Quinta-feira, memória litúrgica de Santa Isabel de Portugal

Hoje é dia quatro de julho, quinta-feira, memória litúrgica de Santa Isabel de Portugal.

Só Deus permanece para sempre e nós permanecemos na medida em que permanecemos n’Ele. Tudo o mais é desgastado pela inexorável passagem do tempo. Santa Isabel de Portugal pressentiu bem este mistério e soube aproveitar o tempo para crescer diante de Deus em caridade, servindo os pobres e orientando os poderosos nos caminhos da justiça. Aprende com ela a viver na presença deste Deus único, eterno, imutável no amor pelas suas criaturas, e deseja imitá-la no serviço incansável aos que vivem contigo. Deixa crescer em ti este desejo... e começa assim a tua oração.

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Ev Mt 9, 1-8]

Jesus subiu para um barco, atravessou o mar e foi para a cidade de Cafarnaum. Apresentaram-Lhe então um paralítico que jazia numa enxerga. Ao ver a fé daquela gente, Jesus disse ao paralítico: «Filho, tem confiança; os teus pecados estão perdoados». Alguns escribas disseram para consigo: «Este homem está a blasfemar». Mas Jesus, conhecendo os seus pensamentos, disse: «Porque pensais mal em vossos corações? Na verdade, que é mais fácil: dizer: ‘Os teus pecados estão perdoados’, ou dizer: ‘Levanta-te e anda’? Pois bem. Para saberdes que o Filho do homem tem na terra o poder de perdoar os pecados, ‘Levanta-te – disse Ele ao paralítico – toma a tua enxerga e vai para casa’. O homem levantou-se e foi para casa. Ao ver isto, a multidão ficou cheia de temor e glorificava a Deus por ter dado tal poder aos homens.

Jesus, Salvador e Redentor, tem poder para perdoar os pecados e deixou esse poder à Igreja. Foi a grande maravilha da redenção: derramar o seu sangue para o perdão dos pecados e ressuscitar para nos dar esse dom de misericórdia. Sentes-te pecador? Buscas a misericórdia de Jesus no sacramento da Reconciliação? Abres-te ao perdão de Deus?

Para “convencer” os escribas, que O julgavam por perdoar os pecados, Jesus cura o paralítico. Afinal, são duas curas: a corporal, da paralisia, e a interior, dos pecados. Quem se sente pecador, vai ao encontro de Cristo e suplica misericórdia. Acreditas no amor misericordioso e curativo de Jesus? Entrega-te, confia n’Ele e pede-Lhe a cura da alma, do coração.

Vais ouvir novamente o texto do Evangelho. Escuta-o com serenidade e humildade.

Pede a Jesus a graça de te perdoar os pecados e te curar das tuas doenças espirituais.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.