Quinta-feira, memória litúrgica do Beato Bartolomeu dos Mártires

Hoje é dia 18 de julho, quinta-feira, memória litúrgica do Beato Bartolomeu dos Mártires.

“Vós, Senhor, permaneceis para sempre”, proclama o salmista. Repete interiormente estas palavras e deixa que te ajudem a ultrapassar as tuas dúvidas, as incertezas, a dificuldade em acreditar no Senhor. Ele “permanece para sempre” e o seu amor estende-se a todas as gerações. Guarda esta certeza da fé. Faz dela o alicerce dos teus dias, a rocha em que te apoias quando os tempos são maus, a sombra acolhedora nos dias luminosos e bons. Na certeza de que o Senhor permanece para sempre... dá início à tua oração.

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Ev Mt 11, 28-30]

Jesus exclamou: «Vinde a Mim, todos os que andais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de Mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e a minha carga é leve».

«Vinde a Mim», diz-te Jesus. Escuta a sua voz e responde a este chamamento. Conversa com Jesus sobre a tua vida, sobre o que ocupa o teu coração.

Quantas vezes não receias ouvir o Senhor e acolher a sua vontade por pensares que será exigente e demasiado difícil de concretizar? Recorda o que acabaste de ouvir do próprio Jesus: «Porque o meu jugo é suave e a minha carga é leve». Acredita e confia.

Ao escutares de novo as palavras de Jesus, procura perceber como podes participar, de forma concreta, na sua missão de aliviar os que andam cansados e são oprimidos. Sê criativo.

Despede-te do Senhor, agradecendo-Lhe o tempo que passastes juntos. Pede-Lhe que os frutos desta oração permaneçam contigo, para que vivas mais consciente de que foste criado por amor e para o amor.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.