Segunda-feira da décima semana do Tempo Comum

Hoje é dia seis de junho, segunda-feira da décima semana do Tempo Comum.

«Ama e faz o que quiseres», diz Santo Agostinho. 
Se a tua vida for vivida por amor, então os frutos de tudo aquilo que fizeres serão frutos do amor. A oração é para ti um porto seguro onde te podes encontrar com Aquele que é amor. Se Lhe pedires, Ele fará de ti aquilo que Ele é. Então, tudo o que fizeres será por Amor e a tua vida será transparente ao Senhor. Tudo o que fizeres falará do Amor. 
Assim, com este desejo no coração, vale a pena começares a tua oração.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Ev Mt 5, 1-12]

Ao ver as multidões, 
Jesus subiu ao monte e sentou-Se. 
Rodearam-No os discípulos
e Ele começou a ensiná-los, dizendo:
«Bem-aventurados os pobres em espírito,
porque deles é o reino dos Céus.
Bem-aventurados os humildes,
porque possuirão a terra.
Bem-aventurados os que choram,
porque serão consolados.
Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça,
porque serão saciados.
Bem-aventurados os misericordiosos,
porque alcançarão misericórdia.
Bem-aventurados os puros de coração,
porque verão a Deus.
Bem-aventurados os que promovem a paz,
porque serão chamados  lhos de Deus.
Bem-aventurados os que sofrem perseguição por amor da justiça, 
porque deles é o reino dos Céus.
Bem-aventurados sereis, quando, por minha causa,
vos insultarem, vos perseguirem
e, mentindo, disserem todo o mal contra vós.
Alegrai-vos e exultai,
porque é grande nos Céus a vossa recompensa.
Assim perseguiram os profetas que vieram antes de vós».

 

Pontos de oração

Sabias que «Bem-aventurado» significa «feliz»?
No Evangelho de hoje, Jesus desafia-te com o seu programa de felicidade. 
Acreditas verdadeiramente que a Palavra de Jesus é fonte de felicidade? 
Com a imaginação e de coração aberto, junta-te à multidão e escuta o que Jesus te diz. 

Bem-aventurados os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus. Assume esta forma de felicidade hoje mesmo e decide-te a promover a paz por onde passas. A paz não é simplesmente ausência de conflito, é mais fundo do que isso. A paz manifesta-se na justiça das relações e na preocupação pelo bem comum. 

Vais escutar de novo o Evangelho. Repara como a felicidade que Jesus anuncia não tem nada a ver com a satisfação dos teus desejos e exigências. .

 

Colóquio final

Qual das bem-aventuranças mais te desafiou? Como a podes pôr em prática na tua vida? Pede ao Senhor ajuda para viveres um estilo de vida semelhante ao seu. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.