Segunda-feira da oitava da Páscoa

Hoje é dia vinte e dois de abril, segunda-feira da oitava da Páscoa.

“Como agradecerei ao Senhor tudo quanto Ele fez por mim?” Esta é a interrogação jubilosa do salmista diante das maravilhas de Deus, que o salva dos seus inimigos. Hoje, segunda-feira de Páscoa, não podes senão repetir maravilhado estas palavras do salmista: “Como agradecerei ao Senhor tudo quanto Ele fez por mim? Entregou-Se até à morte e morte de cruz... e ressuscitou ... e ressuscitou-me como Ele!” Agradece ao Senhor Jesus o amor que te salva do pecado e da morte... e começa assim a tua oração.

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Ev Mt 28, 8-15]

Maria Madalena e a outra Maria, que tinham ido ao túmulo do Senhor, afastaram-se a toda a pressa, cheias de temor e de grande alegria, e correram a levar aos discípulos a notícia da Ressurreição. Entretanto, Jesus saiu ao seu encontro e saudou-as. Elas aproximaram-se, abraçaram-Lhe os pés e prostraram-se diante d’Ele. Disse-lhes então Jesus: «Não temais. Ide avisar os meus irmãos que devem ir para a Galileia. Lá Me verão». Enquanto elas iam a caminho, alguns dos guardas foram à cidade participar aos príncipes dos sacerdotes tudo o que tinha acontecido. Estes reuniram-se com os anciãos e, depois de terem deliberado, deram aos soldados uma soma avultada de dinheiro, com esta recomendação: «Dizei: ‘Os discípulos vieram de noite roubá-Lo, enquanto nós estávamos a dormir’. Se isto chegar aos ouvidos do governador, nós o convenceremos e faremos que vos deixem em paz». Eles receberam o dinheiro e fizeram como lhes tinham ensinado. Foi este o boato que se divulgou entre os judeus, até ao dia de hoje.

Vale a pena contemplar e interiorizar o significado desta Primeira Aparição de Jesus Ressuscitado. Vem dar voz a quem não tem voz! É o mundo novo a acontecer! Madalena e a outra Maria, avisadas pelo anjo de que Jesus não está no túmulo, que o seu reino não é o dos mortos, vão a correr levar a Boa Nova aos discípulos. Pelo caminho, Jesus aparece-lhes, confirma-as e dá-lhes a grande missão: sem medo, dizei aos meus irmãos que me encontrarão na Galileia, na terra dos pobres, donde “nada de bom se espera”. Eis a grande Boa nova: Alegra-te!

Como reagem os poderosos e instalados, diante do mistério da ressurreição? Negam a realidade, inventam uma mentira, corrompem os soldados, lançam um boato, uma falsa notícia… Não é assim ainda hoje? Para estar com Jesus é preciso coragem!

Ao ouvir de novo o Evangelho, pensa na Igreja e na tua comunidade atacada pelos poderes deste mundo. Como podes resistir-lhes? Como poderás denunciar mentiras e injustiças e anunciar que Cristo está vivo?

Termina a tua oração pedindo a graça da Alegria e a certeza na fé de que Cristo está com os pobres e humildes. Agradece seres chamado a anunciá-Lo.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.