Segunda-feira da oitava semana do tempo comum

Hoje é dia vinte e sete de fevereiro, segunda-feira da oitava semana do tempo comum.

Estás a escutar um tema de Yumi Kurosawa.

A oração é uma verdadeira escola,
onde descobrimos a sabedoria do coração.
A sua disposição fundamental
é a confiança em Deus à maneira de uma criança,
tal como nos ensinam estas sábias palavras do salmista:
“Senhor, o meu coração não é orgulhoso,
nem os meus olhos são altivos;
não corro atrás de grandezas
ou de coisas superiores a mim.
Pelo contrário, estou sossegado e tranquilo,
como criança saciada ao colo da mãe;
a minha alma é como uma criança saciada!” 
Assim, vale a pena começares a tua oração.


Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Marcos. [Ev Mc 10, 17-27]

Ia Jesus pôr-Se a caminho,
quando um homem se aproximou correndo,
ajoelhou diante d’Ele e Lhe perguntou:
«Bom Mestre, que hei de fazer para alcançar a vida eterna?».
Jesus respondeu:
«Porque Me chamas bom? Ninguém é bom senão Deus.
Tu sabes os mandamentos:
“Não mates; não cometas adultério; não roubes;
não levantes falso testemunho; não cometas fraudes;
honra pai e mãe”».
O homem disse a Jesus:
«Mestre, tudo isso tenho eu cumprido desde a juventude».
Jesus olhou para ele com simpatia e respondeu:
«Falta-te uma coisa:
vai vender o que tens, dá o dinheiro aos pobres
e terás um tesouro no Céu. Depois, vem e segue-Me».
Ao ouvir estas palavras, o homem ficou abatido e retirou-se pesaroso,
porque era muito rico.
Então Jesus, olhando à sua volta, disse aos discípulos:
«Como será difícil para os que têm riquezas
entrar no reino de Deus!».
Os discípulos ficaram admirados com estas palavras.
Mas Jesus afirmou-lhes de novo:
«Meus filhos, como é difícil entrar no reino de Deus!
É mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha
do que um rico entrar no reino de Deus».
Eles admiraram-se ainda mais e diziam uns aos outros:
«Quem pode então salvar-se?».
Fitando neles os olhos, Jesus respondeu:
«Aos homens é impossível, mas não a Deus,
porque a Deus tudo é possível». 

 

Pontos de Oração

“Que devo fazer para alcançar a vida eterna?”. 
O homem de que fala o Evangelho sabe bem o que quer: corre para Jesus, ajoelha-se diante d’Ele, faz-Lhe a pergunta, arrisca a resposta. 
Experimenta: imagina-te a fazer isso. Terias coragem para fazer o mesmo? 

O Evangelho não deixa dúvidas sobre a seriedade daquele homem. Porém, vemos como isso não chega. Não basta cumprir. O caminho de Jesus pede entrega total. 
Terias coragem para ouvir a resposta de Jesus? E coragem para agir de acordo com a resposta?

Vais ouvir de novo o Evangelho. Repara como Jesus adverte para o perigo das riquezas. Repara onde o Senhor pede para depositares a tua confiança.

 

Oração final

Pede a Deus a graça de viver cada vez mais confiado à sua providência: ela te dará a confiança de que precisas.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.