Segunda-feira da oitava semana do Tempo Comum

Hoje é dia vinte e oito de maio, segunda-feira da oitava semana do Tempo Comum.

Estás prestes a iniciar o teu momento de oração.
Permite que o silêncio interrompa
o círculo do teu dia,
os ritmos e obrigações que povoam a tua história.
Oferece um tempo e um espaço à Graça,
a abertura ao novo e ao impossível
que caraterizam o perdão e o amor.
Assim a tua vida, movida pelo Espírito de Deus,
não deixará de entrar no Reino
pela porta do Bom Pastor.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Marcos. [Ev Mc 10, 17-27]

Ia Jesus pôr-Se a caminho,
quando um homem se aproximou correndo,
ajoelhou diante d’Ele e Lhe perguntou:
«Bom Mestre, que hei de fazer para alcançar a vida eterna?».
Jesus respondeu:
«Porque Me chamas bom? Ninguém é bom senão Deus.
Tu sabes os mandamentos:
‘Não mates; não cometas adultério; não roubes;
não levantes falso testemunho; não cometas fraudes;
honra pai e mãe’».
O homem disse a Jesus:
«Mestre, tudo isso tenho eu cumprido desde a juventude».
Jesus olhou para ele com simpatia e respondeu:
«Falta-te uma coisa: vai vender o que tens, dá o dinheiro aos pobres
e terás um tesouro no Céu.
Depois, vem e segue-Me».
Ao ouvir estas palavras,
o homem ficou abatido e retirou-se pesaroso, porque era muito rico.
Então Jesus, olhando à sua volta, disse aos discípulos:
«Como será difícil para os que têm riquezas
entrar no reino de Deus!».
Os discípulos ficaram admirados com estas palavras.
Mas Jesus afirmou-lhes de novo:
«Meus filhos, como é difícil entrar no reino de Deus!
É mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha
do que um rico entrar no reino de Deus».
Eles admiraram-se ainda mais e diziam uns aos outros:
«Quem pode então salvar-se?»
Fitando neles os olhos, Jesus respondeu:
«Aos homens é impossível, mas não a Deus,
porque a Deus tudo é possível». 

 

Quando Jesus ia pôr-se a caminho, um homem aproximou-se a correr. Não queria perder aquela oportunidade de estar com o Mestre! Ajoelhou-se diante d’Ele e soltou a pergunta que o inquietava: «Que hei de fazer para alcançar a vida eterna?»
Aproxima-te de Jesus, tal como estás. Com pressa de O encontrar ou talvez sem muita vontade de O ouvir… Com perguntas importantes ou em silêncio. Aproxima-te e ajoelha-te diante d’Ele.  

Jesus olhou com ternura para aquele homem que andava à procura de MAIS. Cumprir os mandamentos já ele cumpria, mas faltava-lhe qualquer coisa… 
Hoje Jesus diz-te: «Falta-te uma coisa…». 
O que te falta para alcançares a vida cheia de sentido, a vida eterna? O que precisas de deixar para seguir Jesus? 

Ao ouvires de novo a leitura, procura entrar dentro da cena e ocupar o lugar de quem anda à procura de MAIS. 

 

Neste momento podes estar a pensar como os discípulos: «Que difícil! … Quem poderá salvar-se?»
Conversa com Jesus sobre o que te custa deixar para segui-Lo. E ouve a sua resposta: «Aos homens é impossível, mas não a Deus, porque a Deus tudo é possível».

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.