Segunda-feira da segunda semana da Quaresma

Hoje é dia treze de março, segunda-feira da segunda semana da Quaresma. 

Da Comunidade de Taizé, estás a escutar Wait for the Lord.

Hoje é dia 13. Estamos a dois meses de celebrar o centenário das aparições em Fátima. É mais do que um simples festejo: nossa Senhora entrega-te mais uma vez à missão da Paz. Reza pelo Mundo e para que a paz comece no teu coração. Predispõe-te hoje a isso e começa assim a tua oração. 

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Lucas. [Ev Lc 6, 36-38]

Disse Jesus aos seus discípulos:
«Sede misericordiosos,
como o vosso Pai é misericordioso.
Não julgueis e não sereis julgados.
Não condeneis e não sereis condenados.
Perdoai e sereis perdoados.
Dai e dar-se-vos-á:
deitar-vos-ão no regaço uma boa medida,
calcada, sacudida, a transbordar.
A medida que usardes com os outros
será usada também convosco». 

 

Pontos de oração

Jesus viveu em tempos de violência. Ensinou que o verdadeiro campo de batalha, onde se defrontam a violência e a paz, é o coração humano. É de lá que saem os maus pensamentos. Perante isto, a proposta de Jesus é radicalmente positiva: Deus ama incondicionalmente, acolhe e perdoa, ama os seus inimigos e oferece a outra face. 
Pensa nos momentos em que julgas e condenas, em que não perdoas, em que o teu coração não conserva a Paz.

Mais poderosa que a violência é a não violência ativa. Se a origem da violência e do julgamento é o coração humano, então a conversão fundamental começa na própria família. A partir daí, a alegria do amor propaga-se. 
Em que casos próximos e concretos precisas de mudar? Hoje, que passos podes dar para criar a paz e responder com a não violência ativa? 

O Evangelho fala da maneira como Deus, origem de toda a paz, se relaciona contigo. Abre o teu coração e pede a Nossa Senhora que te transforme, para que também tu possas anunciar a paz. 
Escuta de novo o Evangelho. Vê nele a receita para a paz. Pensa nas tuas relações do dia a dia. 

 

Colóquio final

Não sejas indiferente ao que se passa no mundo. Tens uma missão forte e séria pela paz que começa com a conversão dos corações. Conclui a tua oração rezando por todos aqueles que causam guerra e violência no mundo. Reza por eles sem julgar ou condenar e entrega-os a nossa Senhora, para que ela os acolha e transforme. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.