Segunda-feira da segunda semana do Advento

Hoje é dia onze de dezembro, segunda-feira da segunda semana do Advento.

Ao começares a tua oração, recorda como o Senhor te envolve em cada instante. Ele está presente aqui e agora. Ele espera-te, para Se encontrar contigo. É o Emanuel, o Deus connosco, um Deus atento às tuas súplicas, um Deus feito amor.
Hoje, procura ter presente, de modo particular, os voluntários da "Ajuda à Igreja que Sofre", que vão ao encontros dos cristãos mais perseguidos e necessitados de ajuda. Reza com eles e por eles, deixando que eles façam parte da tua oração.

 

Escuta esta passagem do livro do profeta Isaías. [Is 35, 1-10]

Alegrem-se o deserto e o descampado,
rejubile e floresça a terra árida,
cubra-se de flores como o narciso,
exulte com brados de alegria.
Ser-lhe-á dada a glória do Líbano,
o esplendor do Carmelo e de Saron.
Verão a glória do Senhor,
o esplendor do nosso Deus.
Fortalecei as mãos fatigadas e robustecei os joelhos vacilantes.
Dizei aos corações perturbados:
«Tende coragem, não temais:
Aí está o vosso Deus, que vem para fazer justiça e dar a recompensa.
Ele próprio vem salvar-vos».
Abrir-se-ão os olhos dos cegos e os ouvidos dos surdos.
Então o coxo saltará como um veado e a língua do mudo cantará de alegria.
As águas brotarão no deserto e as torrentes na aridez da planície;
a terra seca transformar-se-á em lago e a terra sequiosa em nascentes de água. 
No covil dos chacais crescerão canas e juncos.
Aí haverá uma estrada,
que se chamará «caminho sagrado»;
nenhum homem impuro passará por ele e nele os insensatos não se perderão.
Nesse caminho não haverá leões,
nem andarão por ali animais ferozes.
Por ele caminharão os resgatados e voltarão os que tiver libertado o Senhor.
Hão de chegar a Sião com brados de alegria,
com eterna felicidade a iluminar-lhes o rosto.
Reinarão o prazer e o contentamento e acabarão a dor e os gemidos.

 

Pontos de oração

Os cristãos perseguidos vivem o tempo das lágrimas, sofrendo por causa do nome do Senhor Jesus. Mas sabem que Deus lhes concederá também o tempo da alegria e da paz, quando acabarão a dor e os gemidos.
Procuras informar-te sobre as necessidades destes teus irmãos? Procuras formas de os ajudar concretamente?

Ser agradecido é um dom de Deus. De facto, quanto mais próximo estás do Senhor, mais tens consciência do quanto faz por ti. Mesmo no meio do sofrimento, há motivos para olhar para Cristo e agradecer a oportunidade de partilhar a sua cruz.
Procuras cultivar diariamente, diante do Senhor, a virtude da gratidão?

Escuta novamente o texto de Isaías. Repara na beleza das imagens que o profeta evoca, anunciando a libertação que vem do Senhor. 

 

Colóquio final

Ao terminares a tua oração, lembra-te dos teus irmãos que sofrem em nome de Jesus e pede ao Senhor que os fortaleça no meio da perseguição, para que reconheçam a sua presença amorosa junto deles.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.