Segunda-feira da terceira semana da Quaresma

Hoje é dia cinco de março, segunda-feira da terceira semana da Quaresma.

O Senhor tem sede da nossa fé e pede-nos de beber,
tal como um dia pediu à Samaritana.
É assim que alimenta o nosso desejo
e nos conduz num caminho de descoberta
do seu mistério, da sua Água, da sua Páscoa.
Que este tempo de Quaresma, no deserto dos teus dias,
seja para ti o tempo da Aliança e da plenitude,
o pão partilhado e multiplicado, 
a vida nova do batismo e do Espírito.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Lucas. [Ev Lc 4, 24-30]

Jesus veio a Nazaré e falou ao povo na sinagoga, dizendo:
«Em verdade vos digo:
Nenhum profeta é bem recebido na sua terra.
Digo-vos a verdade:
Havia em Israel muitas viúvas no tempo do profeta Elias,
quando o céu se fechou durante três anos e seis meses
e houve uma grande fome em toda a terra;
contudo, Elias não foi enviado a nenhuma delas,
mas a uma viúva de Sarepta, na região da Sidónia.
Havia em Israel muitos leprosos no tempo do profeta Eliseu;
contudo, nenhum deles foi curado,
mas apenas o sírio Naamã».
Ao ouvirem estas palavras,
todos ficaram furiosos na sinagoga.
Levantaram-se, expulsaram Jesus da cidade
e levaram-No até ao cimo da colina
sobre a qual a cidade estava edificada,
a fim de O precipitarem dali abaixo.
Mas Jesus, passando pelo meio deles, seguiu o seu caminho. 

 

Jesus é mal recebido na sua terra. As pessoas conhecem-No e Ele atreve-Se a ser diferente. Não corresponde às expectativas. Desilude.
Pode acontecer o mesmo contigo. Talvez queiras um Jesus ao teu dispor.

Só quem abre o coração e não tem preconceitos está preparado para acreditar em Jesus. Há cristãos que não O aceitam, embora digam que acreditam. 
Sentes-te livre para te deixar surpreender por Ele? 

A viúva do tempo do profeta Elias e o sírio Naamã são estrangeiros, deslocados, emigrantes, perdidos no mar da indiferença. Estão hoje à nossa volta. 
Acolhes no teu coração quem anda errante, sem casa nem pão? 

Termina a tua oração pedindo ao Senhor a graça de não fugires quando te rejeitam e perseguem por fazeres o bem. E pede-Lhe o dom do Espírito Santo, o Senhor que dá a vida. 

 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.