Segunda-feira da terceira semana do tempo pascal

Hoje é dia seis de maio, segunda-feira da terceira semana do tempo pascal.

Entrega ao Senhor os minutos desta oração. Deixa-te ficar tranquilamente no colo do Pai, mergulhado na alegria de Cristo ressuscitado, disponível para acolher os dons do Espírito Santo. No coração de Deus Trindade, Senhor do tempo e da história, pensa por momentos no dom extraordinário de te chamares e seres filho de Deus. Esta é a tua vocação primeira, o chamamento que vem do Senhor Ressuscitado. Dá graças ... e começa assim a tua oração.

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São João. [Ev Jo 6, 22-29]

Depois de Jesus ter saciado os cinco mil homens, os seus discípulos viram-No a caminhar sobre as águas. No dia seguinte, a multidão que permanecera no outro lado do mar notou que ali só estivera um barco e que Jesus não tinha embarcado com os discípulos; estes tinham partido sozinhos. Entretanto, chegaram outros barcos de Tiberíades, perto do lugar onde eles tinham comido o pão, depois de o Senhor ter dado graças. Quando a multidão viu que nem Jesus nem os seus discípulos estavam ali, subiram todos para os barcos e foram para Cafarnaum, à procura de Jesus. Ao encontrá-Lo no outro lado do mar, disseram-Lhe: «Mestre, quando chegaste aqui?» Jesus respondeu-lhes: «Em verdade, em verdade vos digo: vós procurais-Me, não porque vistes milagres, mas porque comestes dos pães e ficastes saciados. Trabalhai, não tanto pela comida que se perde, mas pelo alimento que dura até à vida eterna e que o Filho do homem vos dará. A Ele é que o Pai, o próprio Deus, marcou com o seu selo». Disseram-Lhe então: «Que devemos nós fazer para praticar as obras de Deus?» Respondeu-lhes Jesus: «A obra de Deus consiste em acreditar n’Aquele que Ele enviou».

João mostra-nos que Jesus não entrou na barca dos discípulos e que eles partiram sós. Tu também caminhas muitas vezes só, mas Jesus nunca te abandona. Se prestares atenção, Ele está do outro lado da rua. Tu é que não O procuras.

Jesus disse: “Vós buscais-Me não porque vistes os milagres, mas porque comestes dos pães e ficastes saciados”. O pão do seu amor é aquele “que perdura e dá a vida eterna”. Já pensaste nisto? Reconheces que precisas de Jesus para a tua vida ter sentido?

A obra de Deus é acreditar n’Aquele que Ele enviou. Escuta de novo o Evangelho e deixa-te questionar: fazes a obra de Deus na tua vida, ou vives acreditando noutros deuses?

Ao terminar a tua oração pede a Deus o dom da sabedoria no modo como olhas para o mundo, para que possas encontrá-Lo em todas as coisas. E pede-Lhe que, neste mundo redimido por seu Filho Jesus, sejas testemunha da verdade, vivendo com alegria a vocação a que te chamou o infinito amor do Pai.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.