Segunda-feira da trigésima quarta semana do tempo comum.

Hoje é dia vinte e um de Novembro, segunda-feira da trigésima quarta semana do tempo comum. 

Hoje é o dia do cumprimento das promessas de Deus. 
É hoje que Ele te chama. 
Hoje dá a vida por ti. 
Hoje ama-te, a ti, tal como és. 
Ama-te absolutamente e sem medida. 
Hoje Ele quer que sejas feliz no seu abraço de Pai. 
Pede-Lhe que te fortaleça para que O reconheças sempre a teu lado.
Assim, vale a pena começares a tua oração. 

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Lucas. [Ev Lc 21, 1-4]

Jesus levantou os olhos
e viu os ricos deitarem na arca do Tesouro as suas ofertas.
Viu também uma viúva muito pobre deitar duas pequenas moedas.
Então Jesus disse:
«Em verdade vos digo:
Esta viúva pobre deu mais do que todos os outros.
Todos eles deram do que lhes sobrava;
mas ela, na sua penúria,
ofereceu tudo o que possuía para viver». 

 

Pontos de oração

Jesus viu os ricos deitarem as suas ofertas. Viu também a viúva deitar duas moedas. 
E tu, o que é que Jesus te vê dar? O que é que ofereces ao templo, ou seja, o que é que pões à disposição de Deus ou de alguém por amor a Deus?

A viúva deu tudo o que possuía, que lhe fazia falta, e não o que lhe sobrava. E por isso é elogiada por Jesus. 
Olha para aquilo que dás a Deus, ou em seu nome. Diante dele, o que sentes ao olhar para a tua oferta?

Ouve de novo o Evangelho e pensa naquilo que os ricos dão: as sobras, o que já não lhes serve, que não lhes faz diferença. E é bom que o deem! Tempo, trabalho, conhecimento, dinheiro, outros bens… Há quem nem isso dê. Jesus não condena os ricos, mas diz que poderiam dar mais.

 

Colóquio final

Para terminar, apresenta a tua oferta a Deus e diz-Lhe porque é que dás isso. Quer seja tudo isso, quer seja apenas isso, explica a Deus e a ti mesmo as razões do teu coração.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.