Segunda-feira da trigésima terceira semana do tempo comum

Hoje é dia catorze de novembro, segunda-feira da trigésima terceira semana do tempo comum. 

De Cristóbal Fones, estás a escutar Hoy Senor vengo ante ti.

Toma consciência da presença de Deus. 
Recorda-te que Ele te ama e quer estar contigo. 
A tua relação com Ele precisa de momentos de encontro íntimo e de silêncio, momentos que Lhe dedicas e em que queres estar na sua presença. 
Pensa na grande graça que é poderes estar com o teu Senhor!  
Assim, vale a pena começares a tua oração. 

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Lucas. [Ev Lc 18, 35-43]

Quando Jesus Se aproximava de Jericó,
estava um cego a pedir esmola, sentado à beira do caminho. 
Quando ele ouviu passar a multidão,
perguntou o que era aquilo.
Disseram-lhe que era Jesus Nazareno que passava.
Então ele começou a gritar:
«Jesus,  filho de David, tem piedade de mim».
Os que vinham à frente repreendiam-no, para que se calasse, 
mas ele gritava ainda mais:
«Filho de David, tem piedade de mim».
Jesus parou e mandou que Lho trouxessem.
Quando ele se aproximou, perguntou-lhe:
«Que queres que Eu te faça?».
Ele respondeu-Lhe:
«Senhor, que eu veja».
Disse-lhe Jesus:
«Vê. A tua fé te salvou».
No mesmo instante ele recuperou a vista
e seguiu Jesus, glorificando a Deus.
Ao ver o sucedido, todo o povo deu louvores a Deus.

 

Pontos de oração

De certa maneira, tu também estás à beira do caminho, paralisado pelas tuas cegueiras. Há coisas que ainda não vês e outras que nem queres ver; e os teus amigos apontam-te outros caminhos… 
Mas, dentro de ti ainda não desististe de Jesus. Então repete: “Senhor tem piedade de mim! Que eu veja!”

A tua confiança no Senhor vai fazer-te ver muitas coisas novas e ver outras velhas de maneira diferente. Insiste: “Senhor, que eu veja com a tua luz!”

Relendo a tua história e ouvindo de novo o texto, pede a força para te levantares e recomeçares a andar. Agradece até as tuas fragilidades e cegueiras e deixa que Cristo se aproxime de ti e te salve de ti mesmo e de uma cultura ateia e individualista.. É isto a Fé! 

 

Colóquio final

Termina a tua oração agradecendo quanto bem tens recebido e pedindo por quantos, nas suas cegueiras, se põem no meio do caminho e não andam nem deixam andar. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.