Segunda-feira, festa litúrgica de Santo Estêvão

Hoje é dia vinte e seis de dezembro, segunda-feira, festa litúrgica de Santo Estêvão, o primeiro mártir cristão.

De John Dowland estás a escutar A Fancy

Santo Estêvão é o primeiro mártir da Igreja, o primeiro a testemunhar a sua fé em Jesus até ao fim. Não quis negar a sua fé e foi morto. Levou o Amor até às últimas consequências. Assim, com o seu exemplo, podemos compreender verdadeiramente o significado do Natal, porque este é a manifestação do Amor de Deus por cada um de nós, os seu filhos. 
O amor, levado às suas últimas consequências, passa sempre pela Páscoa. Não podes compreender o Natal senão à luz da paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo. É assim o amor: leva a vida ao seu cumprimento definitivo! Pede ao Senhor que te mostre o que significa o seu amor na tua vida.... 
Assim, vale a pena começares a tua oração. 

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Ev Mt 10, 17-22]

Disse Jesus aos seus apóstolos: 
«Tende cuidado com os homens: 
hão de entregar-vos aos tribunais e açoitar-vos nas sinagogas. 
Por minha causa, sereis levados
à presença de governadores e reis, 
para dar testemunho diante deles e das nações. 
Quando vos entregarem, 
não vos preocupeis em saber como falar nem com o que dizer, 
porque nessa altura vos será sugerido o que deveis dizer; 
porque não sereis vós a falar, 
mas é o Espírito do vosso Pai que falará em vós. 
O irmão entregará à morte o irmão
e o pai entregará o filho. 
Os filhos hão de erguer-se contra os pais e causar-lhes a morte. 
E sereis odiados por todos por causa do meu nome. 
Mas aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo». 

 

Pontos de oração

O Senhor recomenda aos seus discípulos: “Tende cuidado com os homens: hão de entregar-vos aos tribunais”. Não se trata de viver na suspeita, na desconfiança permanente. É antes a capacidade de estar consciente das situações e das circunstâncias para, diante delas, tomar a atitude adequada.

As situações de dificuldade, de contrariedade ou até mesmo de perseguição podem facilmente levar-te a experimentar o abandono ou a solidão. 
Nestas situações, Jesus recomenda-te a confiança n’Ele e no Espírito Santo, para que possas experimentar a sua presença e a sua inspiração.

Escuta novamente a Palavra de Deus e procura ouvi-la a partir da confiança. Confia no Senhor e nada temas!

 

Colóquio final

Não procures ter tudo sob controlo, tudo previsto ou tudo programado. Acautela-te, está consciente das situações concretas e reais e confia. Confia neste Senhor que não abandona aqueles que O procuram. Pede-Lhe que te ajude a confiar n’Ele. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.