Segunda-feira, memória litúrgica de Santo Inácio de Loiola

Hoje é dia trinta e um de julho, segunda-feira, memória litúrgica de Santo Inácio de Loiola.

Hoje, na memória litúrgica de Santo Inácio,
renova os passos do teu caminho,
da tua entrega, da tua vida em Deus,
e começa a tua oração com as suas palavras:
«Tomai, Senhor, e recebei toda a minha liberdade,
a minha memória, o meu entendimento e toda a minha vontade,
todo o meu ter e o meu possuir;
Vós mo destes, a Vós, Senhor, o restituo;
tudo é vosso, disponde a toda a vossa vontade;
dai-me o vosso amor e graça
que esta me basta».

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus [Ev Mt 13, 31-35]

Jesus disse ainda à multidão a seguinte parábola:
«O reino dos Céus pode comparar-se ao grão de mostarda
que um homem tomou e semeou no seu campo.
Sendo a menor de todas as sementes,
depois de crescer, é a maior de todas as plantas da horta
e torna-se árvore,
de modo que as aves do céu vêm abrigar-se nos seus ramos».
Disse-lhes outra parábola:
«O reino dos Céus pode comparar-se ao fermento
que uma mulher toma e mistura em três medidas de farinha,
até ficar tudo levedado».
Tudo isto disse Jesus em parábolas,
e sem parábolas nada lhes dizia,
a fim de se cumprir o que fora anunciado pelo profeta,
que disse: «Abrirei a minha boca em parábolas,
proclamarei verdades ocultas desde a criação do mundo». 

 

Pontos de oração

No texto que acabaste de ouvir, Jesus diz-te que o reino dos céus se pode comparar a uma coisa que era muito pequenina e que depois cresce muito. Um grão de mostarda que depois de semeado se torna num arbusto muito frondoso.

Também no teu coração o reino dos céus se pode transformar num arbusto muito frondoso: podes ficar com uma grande capacidade de rezar e uma grande capacidade para amar.

À medida que fores ouvindo o texto uma segunda vez, vai imaginando a Jesus com uma grande multidão; imagina as pessoas sentadas no chão muito atentas, algumas a mandar calar o vizinho que estava a falar para o lado.

 

Colóquio final

Não é admirável que ao fim de 2000 anos conheças o que é que Jesus pregava? Hoje agradece isso a Deus. Agradece-lhe os ensinamentos de Jesus que servem de guia para a tua vida.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.