Segunda-feira, solenidade litúrgica de S. José

Hoje é dia vinte de março, segunda-feira, solenidade litúrgica de S. José, esposo da Virgem Maria. 

De Ray Sison e Lionel Valdellon estás a escutar Hesus Na Aking Kapatid.

Hoje, a Igreja celebra a solenidade de S. José.
A sua história, contada nos silêncios fecundos dos Evangelhos,
transporta-nos para experiências fundamentais da nossa vida
como a família, o trabalho ou a paternidade.
É por aí, na nossa radical e difícil humanidade
que a Graça atravessa com a sua beleza,
de mãos dadas com um Menino.
Hoje, entrega ao Senhor a tua vida, 
nas suas dificuldades, rotinas e sacrifícios.
E que a Voz do Anjo te acompanhe sempre.
Começa assim a tua oração. 

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Ev Mt 1, 16.18-21.24a]

Jacob gerou José, esposo de Maria,
da qual nasceu Jesus, chamado Cristo.
O nascimento de Jesus deu-se do seguinte modo:
Maria, sua Mãe, noiva de José,
antes de terem vivido em comum,
encontrara-se grávida por virtude do Espírito Santo.
Mas José, seu esposo,
que era justo e não queria difamá-la,
resolveu repudiá-la em segredo.
Tinha ele assim pensado,
quando lhe apareceu num sonho o Anjo do Senhor,
que lhe disse:
«José, filho de David,
não temas receber Maria, tua esposa,
pois o que nela se gerou é fruto do Espírito Santo.
Ela dará à luz um filho
e tu pôr-Lhe-ás o nome de Jesus,
porque Ele salvará o povo dos seus pecados».
Quando despertou do sono,
José fez como lhe ordenara o Anjo do Senhor. 

 

Pontos de oração

José aparece descrito por São Mateus como o “homem Justo”. O justo é o homem fiel a Deus, pronto a fazer a sua vontade, sempre disponível para aceitar o querer divino. Justo é o homem que tem com Deus uma amizade grande, que Lhe reza, que busca sempre a honra e a glória do Senhor. 
José é o grande modelo de todo o cristão. Examina se o imitas, se vives ao seu jeito.

Esposo da Virgem Maria, homem casto e santo, José tornou-se o pai adotivo de Jesus, Filho de Deus feito homem. A relação dos três membros da Sagrada Família é modelo a imitar por todas as famílias. Naquela família vivia-se o amor, a paz, a unidade. Procuras viver assim? Que fazes, em tua casa e na tua vida, para imitar São José?

Ouve novamente o texto, deixando-te interpelar pela figura ímpar de São José. 

 

Colóquio final

Na intimidade com São José, pede-Lhe a graça de saber imitá-lo, de viver como ele.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.