Segundo Domingo da Páscoa

Hoje, a Igreja celebra o segundo Domingo da Páscoa ou Domingo da Divina Misericórdia. 

É nas suas feridas
que o Senhor se revela a Tomé.
É pelo dom da paz
e pelo perdão dos pecados
que o Ressuscitado se apresenta
no meio dos seus discípulos.
Como dar corpo, arte, gesto ou escritura
a uma realidade que acompanha toda a tua vida?
Como exprimir em breves palavras
a história de um Encontro que não termina?
Estás em pleno Tempo Pascal,
no qual se celebra e aprofunda a presença do Ressuscitado.
Que O encontres nas feridas, na paz e no perdão,
hoje e todos os dias da tua vida. 

 

A alegria transborda porque Deus é quem é: misericórdia. Jesus ressuscitado, a “pedra angular” da nossa vida, transforma-se num modo de amar sempre novo.
Salmo 117 (118), 2-4.13-15.22-24
Diga a casa de Israel:
é eterna a sua misericórdia.
Diga a casa de Aarão:
é eterna a sua misericórdia.
Digam os que temem o Senhor:
é eterna a sua misericórdia.

Empurraram-me para cair,
mas o Senhor me amparou.
O Senhor é a minha fortaleza e a minha glória,
foi Ele o meu Salvador.
Gritos de júbilo e de vitória nas tendas dos justos:
a mão do Senhor fez prodígios.

A pedra que os construtores rejeitaram
tornou-se pedra angular.
Tudo isto veio do Senhor:
é admirável aos nossos olhos.
Este é o dia que o Senhor fez:
exultemos e cantemos de alegria. 

 

Pontos de oração

Admiração, louvor, ação de graças. Agradecer, agir e reagir. A alegria pascal é discreta, sabe dizer a verdade e pô-la em prática. Pede a Jesus esta graça.

A Ressurreição deve estender-se a toda a criação. Partilha com os outros, sobretudo com os pobres, a alegria, a paz e o bem. Ou só comunicas desgraças? 

“É eterna a sua misericórdia”. Pela oração, estas palavras vão-se gravando em ti. Nunca desistas. Repete-as em todo o tempo e lugar. Dá-lhes a carne da tua vida.

O Dia do Senhor quer iluminar, aquecer a terra inteira. Precisa de ti para atear o fogo do Espírito: santidade, justiça, esperança. Obras de misericórdia!

 

Oração final

Pai nosso que estais nos céus
santificado seja o vosso nome
venha a nós o vosso Reino
seja feita a vossa vontade
assim na terra como no Céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje
perdoai-nos as nossas ofensas
assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido
e não nos deixeis cair em tentação
mas livrai-nos do mal.