Sexta-feira da décima quarta semana do Tempo Comum

Hoje é dia catorze de julho, sexta-feira da décima quarta semana do Tempo Comum.

Com que imagens louvaremos o Senhor?
Na abundância ou na indigência, 
na bondade ou no sofrimento, 
na luz ou na dúvida,
nunca deixes de cantar ao Senhor as suas maravilhas.
Assim colocas os teus passos
no caminho da salvação.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Ev Mt 10, 16-23] 

Disse Jesus aos seus apóstolos:
«Envio-vos como ovelhas para o meio de lobos.
Portanto, sede prudentes como as serpentes
e simples como as pombas.
Tende cuidado com os homens:
hão de entregar-vos aos tribunais e açoitar-vos nas sinagogas.
Por minha causa, sereis levados
à presença de governadores e reis,
para dar testemunho diante deles e das nações.
Quando vos entregarem,
não vos preocupeis em saber como falar nem com o que dizer,
porque nessa altura vos será sugerido o que deveis dizer;
porque não sereis vós a falar,
mas é o Espírito do vosso Pai que falará em vós.
O irmão entregará à morte o irmão
e o pai entregará o filho.
Os filhos hão de erguer-se contra os pais e causar-lhes a morte.
E sereis odiados por todos por causa do meu nome.
Mas aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo.
Quando vos perseguirem numa cidade, fugi para outra.
Em verdade vos digo:
não acabareis de percorrer as cidades de Israel,
antes de vir o Filho do homem». 

 

Pontos de oração

A felicidade que Jesus promete não é feita de facilidades. No Evangelho de hoje, Jesus apresenta aos apóstolos um cenário possível, feito de provações, perseguições e tribulações. 
É no meio das dificuldades da vida que Deus conta contigo, para seres presença do seu amor que salva. 

Jesus convida-nos à prudência das serpentes e à simplicidade das pombas. Uma prudência feita de atenção, vigilância e escuta, para não te afastares dos seus caminhos. E uma simplicidade própria de quem se sabe nas mãos de Deus e que, por isso, é capaz de confiar e de se abandonar. 

Escuta de novo a passagem e traz ao coração todos os homens e mulheres que são perseguidos pela sua fé e que, confiados no Amor infinito de Deus, são sinal do seu Amor Salvador. 

 

Colóquio final

Conversa com Jesus sobre a maneira como vives as dificuldades na tua vida. Entrega-lhe as preocupações mais fortes neste momento. Pede-lhe a Graça da confiança e da prudência. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.