Sexta-feira da décima sexta semana do Tempo Comum

Hoje é dia vinte e dois de julho, sexta-feira da décima sexta semana do Tempo Comum, memória litúrgica de Santa Maria Madalena.  

Aceitar a salvação de Cristo na nossa vida vê-se naquilo que somos. Diz São Tiago que a fé se mostra nas obras.  A Fé não é um compartimento separado do resto da tua vida. Vê-se no modo como te relacionas com Deus, com os outros e contigo mesmo.
Pede ao Senhor que aumente a tua fé e que esta atravesse toda a tua vida. Assim, vale a pena começares a tua oração. 

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São João. [Ev Jo 20, 1.11-18]

No primeiro dia da semana,
Maria Madalena foi de manhãzinha, ainda escuro, ao sepulcro
e viu a pedra retirada do sepulcro.
E  ficou a chorar junto do sepulcro.
Enquanto chorava, debruçou-se para dentro do sepulcro
e viu dois Anjos vestidos de branco,
sentados, um à cabeceira e outro aos pés,
onde estivera deitado o corpo de Jesus.
Os Anjos perguntaram a Maria:
«Mulher, porque choras?».
Ela respondeu-lhes:
«Porque levaram o meu Senhor e não sei onde O puseram».
Dito isto, voltou-se para trás
e viu Jesus de pé, sem saber que era Ele.
Disse-lhe Jesus:
«Mulher, porque choras? A quem procuras?». 
Pensando que era o jardineiro, ela respondeu-Lhe: 
«Senhor, se foste tu que O levaste,
diz-me onde O puseste, para eu O ir buscar». 
Disse-lhe Jesus: «Maria!».
Ela voltou-se e respondeu em hebraico:
«Rabuni!», que quer dizer: «Mestre!».
Jesus disse-lhe:
«Não Me detenhas, porque ainda não subi para o Pai.
Vai ter com os meus irmãos
e diz-lhes que vou subir para o meu Pai e vosso Pai, 
para o meu Deus e vosso Deus».
Maria Madalena foi anunciar aos discípulos:
«Vi o Senhor».
E contou-lhes o que Ele lhe tinha dito.

 

Pontos de oração

Maria Madalena foi para o sepulcro de Jesus antes de saber quem iria retirar a pedra que o fechava. Confiou numa ideia simples: quem procura estar perto do Senhor há de encontrar um caminho ou sentido. E, naquela madrugada, ela viu muito mais do que esperava.

Era tal o desconsolo de Maria Madalena pela falta de Jesus que nem reparou estar a falar com Anjos. Que bom seria ter esta ligação ao Senhor... Que bom seria que conhecesses o Senhor não de ouvir dizer, ou de ouvir ler, mas de já O teres bem dentro do coração.

Escuta de novo o Evangelho. Repara na delicadeza de Jesus quando Se aproxima de Maria Madalena que chora. Aprende com Ele esta delicadeza com os que choram.

 

Colóquio final

Talvez hoje o Mestre te olhe nos olhos e te chame pelo nome. Responde, com entusiasmo: "Rabuni!", "Mestre!"

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.