Sexta-feira da I semana da Quaresma

Hoje é dia dezanove de fevereiro, sexta-feira da primeira semana da quaresma.

 

Da Comunidade de Taizé, estás a escutar Per Crucem.

Nestes momentos iniciais da tua oração,
procura o silêncio, 
sobretudo o silêncio interior. 
Como diz o salmista, 
não procures nada superior a ti, 
deixa-te ficar tranquilo, 
como criança ao colo da mãe. 
Em paz, 
sabendo que Deus te guarda, 
oferece-lhe o teu desejo de estar com Ele... e começa assim a tua oração.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Mt 5, 20-26] 

Disse Jesus aos seus discípulos:
«Se a vossa justiça não superar a dos escribas e fariseus,
não entrareis no reino dos Céus.
Ouvistes que foi dito aos antigos:
‘Não matarás; quem matar será submetido a julgamento’.
Eu, porém, digo-vos:
Todo aquele que se irar contra o seu irmão será submetido a julgamento.
Quem chamar imbecil a seu irmão será submetido ao Sinédrio,
e quem lhe chamar louco será submetido à geena de fogo.
Portanto, se fores apresentar a tua oferta sobre o altar
e ali te recordares que o teu irmão tem alguma coisa contra ti,
deixa lá a tua oferta diante do altar,
vai primeiro reconciliar-te com o teu irmão
e vem depois apresentar a tua oferta.
Reconcilia-te com o teu adversário,
enquanto vais com ele a caminho,
não seja caso que te entregue ao juiz,
o juiz ao guarda, e sejas metido na prisão.
Em verdade te digo:
Não sairás de lá, enquanto não pagares o último centavo». 

 

Pontos de oração

Pronunciar uma palavra não é uma simples articulação de sons. Há palavras que destoem e outras que constroem. Jesus recorda-nos o cuidado com que devemos pronunciar cada palavra. 
Tens consciência de ter dito alguma palavra que matou a tua relação com alguém? Pede perdão. Precisas de encontrar uma palavra capaz de curar alguma das tuas feridas. Pede ajuda. 

A relação com Deus não se desliga da relação com os irmãos. 
De que incoerências precisas que o Senhor te liberte? O teu desamor terá afastado alguém de Deus? Reza por essa pessoa e pede a graça de te reconciliares com ela. 

Ouve as palavras de Jesus como um convite à renovação interior e a viver com seriedade o teu compromisso cristão. 

 

Colóquio final

Agradece a Deus todos os grupos e lugares em que te é dado fazer uma verdadeira experiência de comunidade e termina desse modo a tua oração. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.