Sexta-feira da II semana da quaresma

Hoje é dia vinte e seis de fevereiro, sexta-feira da segunda semana da quaresma.

 

De Aryeh Frankfurter e Lisa Lynne, estás a escutar Bandora’s Box.

A oração é uma porta. 
Por ela sais do teu pequeno mundo... 
Por ela entras no coração de Deus... e vais ao encontro dos teus irmãos. 
Se, durante a oração, te fechas em ti, 
à volta dos teus problemas... 
isso significa que ainda não começaste verdadeiramente a rezar. 
Pede ao Senhor que te ensine a rezar... e começa assim a tua oração.

 

Escuta esta passagem do Livro do Génesis. [Gen 37, 3-4.12-13a.17b-28]

Jacob gostava mais de José que dos seus outros filhos,
porque ele era o filho da sua velhice;
e mandou fazer-lhe uma túnica de mangas compridas.
Os irmãos, vendo que o pai o preferia a todos eles,
começaram a odiá-lo e não eram capazes de lhe falar com bons modos.
Um dia foram para Siquém apascentar os rebanhos do pai.
Jacob disse a José:
«Os teus irmãos apascentam os rebanhos em Siquém.
Vem cá, pois quero mandar-te ir ter com eles».
José partiu à procura dos irmãos e encontrou-os em Dotain.
Eles viram-no de longe
e, antes que chegasse perto, combinaram entre si a sua morte.
Disseram uns aos outros:
«Aí vem o homem dos sonhos. Vamos matá-lo e atirá-lo a uma cisterna
e depois diremos que um animal feroz o devorou.
Veremos então em que vão dar os seus sonhos».
Mas Rúben ouviu isto e, querendo livrá-lo das suas mãos, disse:
(...) «Não derrameis sangue.
Lançai-o nesta cisterna do deserto, mas não levanteis as mãos contra ele». 
Quando José chegou junto dos irmãos,
eles tiraram-lhe a túnica de mangas compridas que trazia,
pegaram nele e lançaram-no dentro da cisterna,
uma cisterna vazia, sem água.
Depois sentaram-se para comer.
Mas, erguendo os olhos, viram uma caravana de ismaelitas
que vinha de Galaad. (...). Então Judá disse aos irmãos:
«Que interesse haveria em matar o nosso irmão e esconder-lhe o sangue?
Vamos vendê-lo aos ismaelitas, mas não lhe ponhamos as mãos,
porque é nosso irmão, da mesma carne que nós».
Os irmãos concordaram.
Passando por ali uns negociantes de Madiã,
tiraram José da cisterna
e venderam-no por vinte moedas de prata aos ismaelitas,
que o levaram para o Egito.

 

Pontos de oração

Quando decidem eliminar José, os irmãos rompem as relações de fraternidade. Por inveja, passam a vê-lo como um concorrente. Pelo crime que cometem deixam de ser irmãos. Passam a ser cúmplices. É esta a força do pecado: destrói os laços que nos unem como filhos de Deus. 
Pede ao Senhor que refaça em ti algum laço quebrado.  

É impossível não reparar na passividade de José. Nada parece indicar um desejo de vingança. Nada parece indicar que ali esteja a nascer o ressentimento. Mais tarde, será José a salvar a sua família da fome.
Deixa crescer em ti o desejo de que o Senhor te liberte de toda a vingança ou ressentimento. 

Ouve de novo o texto do Livro do Génesis e dá-te conta de todas as manifestações de insensibilidade dos irmãos de José, desde que o prendem até que o vendem. 

 

Colóquio final

Pede a graça de que nenhum sentimento te afaste dos outros e termina assim a tua oração. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.