Sexta-feira da III semana da Quaresma

Hoje é dia quatro de Março, sexta-feira da terceira semana da Quaresma.

Olha à tua volta
e procura algum sinal da presença de Deus. 
Algum sinal que seja significativo para ti
e te ajude a ficar mais unido ao Senhor. 
Deixa que esse sinal te ajude a criar disponibilidade para acolher o Senhor... 
e começa assim a tua oração.

 

 

Escuta esta passagem do livro de Oseias. [L 1 Os 14, 2-10]

Assim fala o Senhor:
«Israel, converte-te ao Senhor, teu Deus,
porque foram os teus pecados que te fizeram cair.
Vinde com palavras de súplica,
voltai para o Senhor e dizei-Lhe:
“Perdoai todas as nossas faltas e aceitai o dom que Vos oferecemos,
a homenagem dos nossos lábios.
Não é a Assíria que nos pode salvar;
não montaremos mais a cavalo,
nem chamaremos ‘Nosso Deus’ à obra das nossas mãos, 
porque só em Vós o órfão encontra piedade”.
Curarei a sua infidelidade,
amá-los-ei generosamente,
pois a minha ira afastou-se deles.
Serei como orvalho para Israel,
que florirá como o lírio e lançará raízes como o cedro do Líbano.
Os seus ramos estender-se-ão ao longe,
a sua opulência será como a da oliveira e a sua fragrância como a do Líbano.
Voltarão a sentar-se à minha sombra, farão reviver o trigo;
florescerão como a vinha,
criarão fama como o vinho do Líbano.
Que terá ainda Efraim de comum com os ídolos?
Sou Eu que o atendo e olho por ele.
Sou como o cipreste verdejante: graças a Mim, darás muito fruto».
Quem for sábio entenderá estas palavras, 
quem for inteligente poderá entendê-las. 
Porque são rectos os caminhos do Senhor: 
por eles caminham os justos e neles tropeçam os pecadores.

 

Pontos de Oração

«Só em Vós o órfão encontra piedade». Viveremos sempre órfãos de sentido se nos apoiamos em falsas seguranças, se colocamos a nossa confiança naquilo que nunca nos levará à plenitude. 
Em que falsos deuses colocas a esperança que só Deus oferece? Onde está o teu coração? 

«Curarei a sua infidelidade». As feridas da injustiça nascem do nosso esforço para possuir aquilo que nos é dado gratuitamente por Deus. 
Pede ao Senhor a graça de viver de um modo justo, de acolher os outros e os bens da criação como um dom e de não os manipulares em teu benefício. 

Escuta outra vez o profeta Oseias e repara como é grande o desejo de justiça de Deus. Repara como essa justiça traz frutos de paz e abundância.  

 

Colóquio final

Coloca-te à sombra do Senhor, saboreia a sua presença e agradece este momento de oração. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.