Sexta-feira da oitava da Páscoa

Hoje é dia um de Abril, sexta-feira da oitava da Páscoa.

“O Senhor é Deus e fez brilhar sobre nós a sua luz”.
A luz que o Senhor faz brilhar sobre ti é a luz da ressurreição: 
a sua ressurreição, 
anúncio e promessa da tua ressurreição. 
Deixa esta luz encher os teus olhos e chegar ao teu coração, 
para que as sombras da morte nunca mais tenham poder sobre ti.
O Senhor está vivo e tu vives n’Ele, 
mergulhado na luz da sua ressurreição. 
Agradece... e começa assim a tua oração.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São João. [Ev Jo 21, 1-14]

Jesus manifestou-Se novamente aos discípulos junto ao Mar de Tiberíades.
Manifestou-Se deste modo:
Estavam juntos Simão Pedro, Tomé, chamado Dídimo, e Natanael, 
que era de Caná da Galileia.
Também estavam presentes os filhos de Zebedeu
e mais dois discípulos de Jesus.
Disse-lhes Simão Pedro: «Vou pescar».
Eles responderam-lhe: «Nós vamos contigo».
Saíram de casa e subiram para o barco,
mas naquela noite não apanharam nada. 
Ao romper da manhã, Jesus apresentou-Se na margem,
mas os discípulos não sabiam que era Ele.
Disse-lhes então Jesus: «Rapazes, tendes alguma coisa para comer?»
Eles responderam: «Não».
Disse-lhes Jesus: «Lançai a rede para a direita do barco e encontrareis».
Eles lançaram a rede
e já mal a podiam arrastar por causa da abundância de peixes.
Então o discípulo predilecto de Jesus disse a Pedro: «É o Senhor».
Simão Pedro, quando ouviu dizer que era o Senhor,
vestiu a túnica que tinha tirado e lançou-se ao mar.
Os outros discípulos, que estavam distantes apenas uns duzentos côvados
da margem, vieram no barco, puxando a rede com os peixes.
Logo que saltaram em terra, viram brasas acesas com peixe em cima, e pão.
Disse-lhes Jesus: «Trazei alguns dos peixes que apanhastes agora».
Simão Pedro subiu ao barco e puxou a rede para terra,
cheia de cento e cinquenta e três grandes peixes.
E, apesar de serem tantos, não se rompeu a rede.
Disse-lhes Jesus: «Vinde comer».
Nenhum dos discípulos se atrevia a perguntar: «Quem és Tu?»:
bem sabiam que era o Senhor.
Então Jesus aproximou-Se, tomou o pão e deu-lho,
fazendo o mesmo com o peixe.
Foi esta a terceira vez que Jesus Se manifestou aos discípulos,
depois de ter ressuscitado dos mortos.

 

Pontos de oração

Reparaste que o texto diz que Jesus se manifestou novamente?
Relembra com Jesus algumas das vezes em que Ele tem aparecido na tua vida. Claro que não será de um modo tão explícito...

Jesus diz aos discípulos que lancem a rede para o lado direito. Com certeza não era um lado mágico. Foi Jesus que fez um milagre. Eles apanharam o peixe porque fizeram o que Jesus lhes disse. 
Neste momento, pede a graça da sintonia com Jesus.

Ouve o Evangelho outra vez. Imagina a alegria dos pescadores ao sentirem a rede a transbordar de peixe.

 

Colóquio final

Foi esta a terceira vez que Jesus se manifestou aos discípulos. O número três é o número trinitário. Com Jesus manifestam-se também o Pai e o Espírito Santo. 
Também na tua vida, quando falas com Jesus, estás na presença do Pai e do Espírito Santo. Reza sobre isso.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.