Sexta-feira da segunda semana do Advento

Hoje é dia catorze de dezembro, sexta-feira, memória litúrgica de São João da Cruz.

Quando à tua volta tudo parece feito para te levar à desconfiança e ao medo,
o Senhor convida-te à confiança.
Ele está contigo, porque te ama.
Abre o teu coração a esta presença de Deus.
Deixa que Ele pacifique o teu interior.
Confia-Lhe os teus medos
e o teu desejo de trabalhar para tornar o mundo melhor...
E começa assim a tua oração.

Escuta esta passagem do Livro do Profeta Isaías. [L1 Is 48, 17-19]

Eis o que diz o Senhor,
o teu redentor, o Santo de Israel:
«Eu sou o Senhor, teu Deus,
que te ensino o que é para teu bem
e te conduzo pelo caminho que deves seguir.
Se tivesses atendido às minhas ordens,
a tua paz seria como um rio
e a tua justiça como as ondas do mar.
A tua descendência seria como a areia
e como os seus grãos a tua posteridade.
Nunca o teu nome seria tirado nem riscado da minha presença».

O profeta Isaías diz que o Senhor é o teu redentor e te ensina o que é para teu bem.
Interroga-te sobre o modo como aquilo que aprendeste de Deus te trouxe o bem ou te redimiu.

Confiança é um dos sinónimos de fé. Muitas vezes, confiamos mais nas nossas opiniões que nas dos outros, mesmo de pessoas que respeitamos e amamos.
Já te aconteceu desconfiar do que Deus te propõe? Recorda algum desses momentos.

Ouve outra vez as palavras de Deus, transmitidas pelo profeta Isaías. Deixa-te envolver pelo modo como são ditas, como palavras de um pai que se lamenta porque o seu filho não seguiu os seus conselhos e, por isso, se encontra numa situação difícil.

Termina a tua oração pensando em algo que Deus te propõe, ou a Igreja em nome d'Ele, mas tens dificuldade em acreditar que te faça feliz. Pede-Lhe um coração humilde.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.