DOMINGO III DO TEMPO COMUM

Hoje a Igreja celebra o terceiro domingo do tempo comum.

O domingo é a celebração semanal da páscoa do Senhor, do seu amor por ti e por toda a humanidade: um amor tão verdadeiro, tão único como não podes sequer imaginar. Um amor que salva verdadeiramente...
Hoje, no Panamá, centenas de milhares de jovens celebram este amor, na missa de encerramento da Jornada Mundial da Juventude. É um sinal extraordinário da vitalidade da Igreja e do seu dinamismo. Em união com todos esses jovens que não escondem a sua fé em Cristo e a sua pertença à Igreja, dá início à tua oração.

Junta-te ao salmista e coloca-te na presença do Senhor, reconhecendo quem é para ti.

[Salmo 18B (19)]

A lei do Senhor é perfeita, ela reconforta a alma;
as ordens do Senhor são firmes, dão sabedoria aos simples.

Os preceitos do Senhor são retos e alegram o coração;
os mandamentos do Senhor são claros e iluminam os olhos.

O temor do Senhor é puro e permanece eternamente;
os juízos do Senhor são verdadeiros, todos eles são retos.

Aceitai as palavras da minha boca,
e os pensamentos do meu coração estejam na vossa presença:
Vós, Senhor, sois o meu amparo e redentor.

Deixa ecoar dentro de ti as palavras que acabaste de escutar, para que nesse eco possas encontrar luz e paz para a tua vida:
«Os preceitos do Senhor são retos e alegram o coração».
«O temor do Senhor é puro e permanece eternamente».
«Vós, Senhor, sois o meu amparo e redentor».

O Senhor criou-te, com todo o seu amor, para a liberdade. Não te aprisiona, nem te castiga. A tua resposta não é fruto de uma obrigação, mas de um sentimento de gratidão. Os seus caminhos não são imposições cegas, mas escolhas que brotam de uma comunhão de amor.
À luz deste desejo de Deus para a vossa relação, pensa nas tuas outras relações.
Que linhas as tecem? Vai esmiuçando o que te surgir no coração, pois é aí que o Senhor te quer falar...

Ao escutares de novo o salmo deste domingo procura unir-te à oração que todos os cristãos dirigem hoje ao Senhor. Não vives a tua fé na solidão, mas em comunidade e comunhão com todos aqueles que, como tu, reconhecem em Deus a sua salvação.

Termina a tua oração em ação de graças pela presença do Senhor e faz o propósito de viveres a semana que agora começa mais consciente da sua presença em ti e em todas as coisas.

Pai nosso que estais nos céus
santificado seja o vosso nome
venha a nós o vosso Reino
seja feita a vossa vontade
assim na terra como no Céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje
perdoai-nos as nossas ofensas
assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido
e não nos deixeis cair em tentação
mas livrai-nos do mal.