DOMINGO V DO TEMPO COMUM

Hoje a Igreja celebra o quinto domingo do tempo comum.

Celebrando a ressurreição do Senhor,
neste quinto domingo do tempo comum,
celebras a tua ressurreição,
a ressurreição daqueles que amas,
a ressurreição de todos os que se alimentam do corpo do Senhor Jesus,
na Eucaristia quotidiana ou dominical.
Agradece esta vida nova que o Senhor te oferece...
e começa assim a tua oração.

“Na presença dos Anjos Vos hei de cantar e Vos adorarei.” – Nunca rezas sozinho. Toda a multidão do Céu está atenta à tua oração.

[Salmo 137 (138)]

De todo o coração, Senhor, eu Vos dou graças,
porque ouvistes as palavras da minha boca.
Na presença dos Anjos Vos hei de cantar
e Vos adorarei, voltado para o vosso templo santo.

Hei de louvar o vosso nome pela vossa bondade e fidelidade,
porque exaltastes acima de tudo o vosso nome e a vossa promessa.
Quando Vos invoquei, me respondestes,
aumentastes a fortaleza da minha alma.

Todos os reis da terra Vos hão de louvar, Senhor,
quando ouvirem as palavras da vossa boca.
Celebrarão os caminhos do Senhor,
porque é grande a glória do Senhor.

A vossa mão direita me salvará,
o Senhor completará o que em meu auxílio começou.
Senhor, a vossa bondade é eterna,
não abandoneis a obra das vossas mãos.

“A vossa mão direita me salvará”.
O Senhor conhece essa tua apreensão, esse desassossego. Não temas. Ele virá, se O deixares.
Diz com o Salmo: “o Senhor completará o que em meu auxílio começou.”

Disseste com o salmista: “Eu vos adorarei, voltado para o vosso templo santo.” Até Cristo, o Templo de Jerusalém era o grande centro da oração. Depois de Cristo, adora-se “em espírito e em verdade”. O teu coração, se estiver reconciliado com Deus, é o teu Templo.

Quando sentires os teus limites, fala ao teu Senhor. Se não puderes ir até junto de um Sacrário, adorar Jesus eucarístico, qualquer outro lugar serve. E sentirás que o Senhor “aumenta a fortaleza da tua alma”.

Tu rezas, não porque Deus precisa, mas porque tu precisas. A tua oração é atendida, não porque tenhas rezado bem, mas porque Deus é bom, “a sua bondade é eterna”. No entanto, reza sempre com desejos de rezar bem, porque o teu desejo é a tua oração.

Pai nosso que estais nos céus
santificado seja o vosso nome
venha a nós o vosso Reino
seja feita a vossa vontade
assim na terra como no Céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje
perdoai-nos as nossas ofensas
assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido
e não nos deixeis cair em tentação
mas livrai-nos do mal.