Sexta-feira, quarto dia da Oitava do Natal

Hoje é dia vinte e oito de dezembro, sexta-feira, festa litúrgica dos Santos Inocentes.

A oração não acontece por acaso,
mesmo quando parece espontânea, surgindo do nada.
Há no teu interior
um espaço de silêncio e escuta
que anseia ser preenchido,
que grita por Deus.
Podes não ouvir esse grito nem imaginar que ele existe,
mas ele está lá,
bem no interior do teu coração.
Hoje presta atenção a este teu desejo de Deus,
transforma-o em palavras de súplica ou de louvor...
e começa assim a tua oração.

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Ev Mt 2, 13-18]

Depois de os Magos partirem,
o Anjo do Senhor apareceu em sonhos a José e disse-lhe:
«Levanta-te, toma contigo o Menino e sua Mãe
e foge para o Egito;
fica lá até que eu te diga,
pois Herodes vai procurar o Menino para O matar».
José levantou-se de noite,
tomou consigo o Menino e sua Mãe e partiu para o Egito
e ficou lá até à morte de Herodes,
para se cumprir o que o Senhor anunciara pelo profeta:
«Do Egito chamei o meu filho».
Quando Herodes percebeu que fora iludido pelos Magos,
encheu-se de grande furor
e mandou matar em Belém e no seu território
todos os meninos de dois anos ou menos,
conforme o tempo que os Magos lhe tinham indicado.
Cumpriu-se então o que o profeta Jeremias anunciara, ao dizer:
«Ouviu-se uma voz em Ramá, lamentos e gemidos sem fim:
Raquel chora seus filhos
e não quer ser consolada, porque eles já não existem».

Perseguições que obrigam famílias inteiras a fugir, de noite, a toda a pressa. Foi assim com a Sagrada Família de Nazaré. Jesus viveu num campo de refugiados.
Presta atenção aos imigrantes que vês à tua volta. Reza por eles.

Jesus experimentou a sorte do Povo. Exilado no Egito, conheceu as dificuldades e sofrimentos de todos os migrantes em terra estranha.
Os náufragos do Mediterrâneo são acontecimentos que te passam ao lado? O Papa foi à ilha de Lampedusa, foi a Lesbos. E tu, que podes fazer?

Os Santos Inocentes, “apanhados” na onda de violência e ódio desencadeada por Herodes, imitaram, sem saber, o Cordeiro Pascal. O Menino nascido no presépio é Jesus crucificado. E tu sabes que te pede para dares a vida por amor.

Termina a tua oração pedindo a Jesus que te livre do pecado da indiferença e abra os teus olhos para prestares assistência a quem sofre. Como poderás levar o Senhor ao colo e entregá-Lo a todos?

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.