Sexta-feira da quarta semana da Quaresma

Hoje é dia cinco de abril, sexta-feira da quarta semana da quaresma.

Estás a terminar mais uma semana da quaresma.
Durante alguns momentos,
interroga-te sobre o empenho que tens colocado na tua conversão.
Não faças julgamentos.
Apresenta ao Senhor o caminho feito e o que desejavas fazer...
e deixa que seja o Senhor a mostrar onde precisas de apostar mais.
Deixa-te ficar em silêncio,
disponível para o que o Senhor te quiser dizer.
E começa assim a tua oração.

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São João. [Ev Jo 7, 1-2.10.25-30]

Jesus percorria a Galileia,
evitando andar pela Judeia,
porque os judeus procuravam dar-Lhe a morte.
Estava próxima a festa dos Tabernáculos.
Quando os seus parentes subiram a Jerusalém, para irem à festa,
Ele subiu também, não às claras, mas em segredo.
Diziam então algumas pessoas de Jerusalém:
«Não é este homem que procuram matar?
Vede como fala abertamente e não Lhe dizem nada.
Teriam os chefes reconhecido que Ele é o Messias?
Mas nós sabemos de onde é este homem,
e, quando o Messias vier, ninguém sabe de onde Ele é».
Então, em alta voz, Jesus ensinava no templo, dizendo:
«Vós Me conheceis e sabeis de onde Eu sou!
No entanto, Eu não vim por minha própria vontade
e é verdadeiro Aquele que Me enviou e que vós não conheceis.
Mas Eu conheço-O,
porque d’Ele venho e foi Ele que Me enviou».
Procuravam então prender Jesus,
mas ninguém Lhe deitou a mão,
porque ainda não chegara a sua hora.

À medida que vamos avançando na quaresma, vai-se apertando o cerco em torno de Jesus. Contudo, Jesus é desconcertante: se por um lado é prudente, e por isso às vezes esconde-Se, outras vezes parece ingénuo, arriscando-Se quase descaradamente.
Jesus confia plenamente naquele que O enviou. E tu, confias em Jesus e no seu Espírito Santo, na hora de tomares decisões?

As pessoas pensam conhecer Jesus. Sabem de que terra é ou, pelo menos, onde viveu até cerca dos trinta anos; sabem que há quem veja n'Ele um profeta ou mesmo o próprio Messias… Simultaneamente, dão-se conta que as autoridades O têm debaixo de olho e que não tardará a ser punido de forma exemplar.
E tu? Procuras conhecer verdadeiramente Jesus ou deixas-te levar pelo que ouves acerca d'Ele?

Escuta novamente o Evangelho.
Jesus vive em contínua comunhão com o Pai, no Espírito Santo. É essa comunhão que determina as suas escolhas. E a ti, o que te move, o que te faz desanimar e desistir ou, pelo contrário, te dá ânimo e entusiasmo?

Termina este tempo de oração pedindo coragem para levar por diante o que sentes que Deus te pede.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.