Sexta-feira da quinta semana do tempo pascal

Hoje é dia vinte e quatro de maio, sexta-feira da quinta semana do tempo pascal.

Uma semana chega ao fim. Agradece ao Senhor os dias que te foram concedidos e tudo quanto pudeste realizar. Talvez também queiras pedir-Lhe perdão por aquilo que devias ter feito e deixaste por fazer ou pelas coisas que fizeste e não devias ter feito ou disseste e devias ter calado. Se assim for, deixa isso para outro momento do teu dia. Por agora, diz ao Senhor: “Eis-me aqui, meu Deus, com o bem que fiz e o mal que desejava não ter feito”... E começa assim a tua oração.

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São João. [Ev Jo 15, 12-17]

Jesus disse aos seus discípulos: «É este o meu mandamento: que vos ameis uns aos outros, como Eu vos amei. Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a vida pelos amigos. Vós sois meus amigos, se fizerdes o que Eu vos mando. Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas chamo-vos amigos, porque vos dei a conhecer tudo o que ouvi a meu Pai. Não fostes vós que Me escolhestes; fui Eu que vos escolhi e destinei, para que vades e deis fruto e o vosso fruto permaneça. E assim, tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, Ele vo-lo concederá. O que vos mando é que vos ameis uns aos outros».

Amar a Deus e ao próximo é o centro da vida cristã, a novidade do Cristianismo. Mas como é difícil, quando implica amar os antipáticos, os que nos feriram, os inimigos. Por esta razão é que há um mandamento do amor. Um amor que supera a emoção, um amor que é decisão.

O amor é também uma tarefa, um trabalho interior, um empenho, uma missão. Como trabalho implica aprendizagem, maturidade, crescimento.

Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas chamo-vos amigos, porque vos dei a conhecer tudo o que ouvi a meu Pai. A intimidade, a amizade consiste no comunicar-se ao outro. E assim torna-se ponte que aproxima e permite a maravilha do encontro.

O que vos mando é que vos ameis uns aos outros, diz Jesus. Dialoga com Ele sobre como tens vivido este mandamento.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.