Sexta-feira da segunda semana do Advento

Hoje é dia nove de dezembro, sexta-feira da segunda semana do Advento.

De Michael East estás a escutar Farewell Sweet Woods.

No meio dos teus dias, mais ou menos agitados, tens agora um tempo para Deus. Faz destes minutos que Lhe dedicas um momento central do teu dia. Não deixes que seja um tempo desligado do resto do teu dia, como se fosse uma pausa na tua vida, mas faz da tua oração o centro no qual todo o teu dia faz sentido. Mete Deus no centro da tua vida! Assim, vale a pena começares a tua oração. 

 

Escuta esta passagem do livro do Profeta Isaías. [Is 48, 17-19]

Eis o que diz o Senhor, o teu redentor, o Santo de Israel: 
«Eu sou o Senhor, teu Deus, 
que te ensino o que é para teu bem
e te conduzo pelo caminho que deves seguir. 
Se tivesses atendido às minhas ordens, 
a tua paz seria como um rio
e a tua justiça como as ondas do mar. 
A tua descendência seria como a areia
e como os seus grãos a tua posteridade. 
Nunca o teu nome seria tirado nem riscado da minha presença».

 

Pontos de oração

Nesta leitura, ouves Deus a lamentar-Se. É um pai atento que, amando os seus filhos, sabe o que é melhor para eles. É como um pai pesaroso, com pena que, devido às suas escolhas, os filhos se vejam privados do melhor da vida. E tem o cuidado de referir o que perdem por isso.

Repara: o caminho que Deus indica não é bom porque Deus o indica; Deus indica-o porque o caminho é bom – o que é totalmente diferente. Não se trata de uma autoridade que estabelece normas: Deus é um pai carinhoso que ensina e conduz, porque quer o melhor para os seus filhos.

Enquanto ouves de novo o Livro de Isaías, repara na riqueza das imagens referidas por Deus – o rio, o mar, a areia... Visualiza-as na tua imaginação. 

 

Colóquio final

Prestes a terminar, pede ao Senhor que ilumine o teu caminho e te conduza a viver a paz como se fosse um rio. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.