Sexta-feira da sétima semana do tempo pascal

Hoje é dia sete de junho, sexta-feira da sétima semana do tempo pascal.

“Senhor, está nas vossas mãos o meu destino”. Esta confiança do salmista é muito rara. Habitualmente, gostamos de controlar as coisas, preferimos pensar que o nosso destino estás nas nossas mãos e que somos nós a ditar o que nos acontece. É bom que tenhas confiança em ti e não deixes ao acaso os teus caminhos. Mas não te esqueças de pedir ao Senhor a coragem da confiança, a coragem para acreditar no seu amor, para acreditar que o teu presente e o teu futuro estão nas suas mãos. E começa assim a tua oração.

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São João. [Ev Jo 21, 15-19]

Depois de terem comido, disse Jesus a Simão Pedro: «Simão, filho de João, amas-me mais do que estes?». Disse-lhe: «Sim, Senhor, Tu sabes que sou teu amigo». Disse-lhe Ele: «Apascenta os meus cordeiros». Disse-lhe de novo, pela segunda vez: «Simão, filho de João, amas-me?». Disse-lhe: «Sim, Senhor, Tu sabes que sou teu amigo». Disse-lhe Jesus: «Pastoreia as minhas ovelhas». Disse-lhe pela terceira vez: «Simão, filho de João, és meu amigo?». Pedro entristeceu-se por Jesus lhe ter dito pela terceira vez: «És meu amigo?» e disse-lhe: «Senhor, Tu sabes tudo; Tu sabes que sou teu amigo!». Disse-lhe Jesus: «Apascenta as minhas ovelhas. Ámen, ámen te digo: quando eras mais novo, a ti mesmo te vestias e andavas por onde querias; mas, quando envelheceres, estenderás as tuas mãos e outro te vestirá e levará para onde não queres». Disse isto assinalando com que género de morte Pedro glorificaria Deus. E, tendo dito isto, disse-lhe: «Segue-Me»

Na última conversa de Pedro com Jesus há um certo desfasamento. Jesus fala de amor e Pedro responde falando de amizade. O que significam para ti o amor e a amizade a Jesus? Que diferença há entre as duas coisas? E a tua relação com Jesus, é de amor ou de amizade?

Mesmo que Pedro responda à pergunta sobre o amor falando de amizade, Jesus confia-lhe uma missão, que é cuidar dos seus preciosos cordeiros e das suas preciosas ovelhas. Que ovelhas e cordeiros te confia Jesus? E como os tens cuidado?

Ouve outra vez o diálogo entre Jesus e Pedro. Nota que as coisas difíceis e importantes não se dizem de uma só vez, é preciso dizer de novo, por outras palavras, é preciso ouvir de novo. As respostas não são simples «sins» ou «nãos»…

E tu, amas Jesus? Estás disposto a segui-Lo, mesmo quando a vida te leve por onde não queres? Responde-Lhe com sinceridade.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.