Sexta-feira da terceira semana do Advento

Hoje é dia dezasseis de dezembro, sexta-feira da terceira semana do Advento. 

De Ludovico Einaudi estás a escutar In un’altra vita.

Vais começar a tua oração. Este é um ato de confiança em Deus. Rezar, reservar um tempo só para o Senhor é dizer, não só por palavras, mas sobretudo com as ações, que Ele é importante para ti. Estás a dizer que a relação com o Senhor é importante para a tua vida. 
Rezar é colocar a vida nas mãos de Deus. Oferece agora ao teu Senhor estes minutos de oração. Assim, vale a pena começares a tua oração.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São João. [Ev Jo 5, 33-36]

Disse Jesus aos judeus: 
Vós mandastes emissários a João Batista
e ele deu testemunho da verdade. 
Não é de um homem que Eu recebo testemunho, 
mas digo-vos isto para que sejais salvos. 
João era uma lâmpada que ardia
e brilhava e vós, por um momento, 
quisestes alegrar-vos com a sua luz. 
Mas Eu tenho um testemunho maior que o de João, 
pois as obras que o Pai Me deu para consumar
– as obras que Eu realizo – 
dão testemunho de que o Pai Me enviou».

 

Pontos de oração

João Batista andou pelos caminhos a convidar à conversão, mas Jesus dirá de si mesmo que é «O Caminho»; João testemunhou a verdade mas Jesus dirá de si que é «A Verdade»; João foi a lâmpada, mas Jesus dirá de si que é «A Vida». 
João anuncia; Jesus é. 

Há um tempo antes e um tempo depois de Cristo. E é algo tão palpável que até contamos assim os anos. O que talvez não seja assim tão evidente é o impacto que Jesus teve por ter nascido entre nós. Na prática, que diferença faz na tua vida? Como seria a tua vida se vivesses no Antigo Testamento e não tivesses conhecido Jesus Cristo?  

Vais ouvir de novo o Evangelho: repara no uso que Jesus faz da palavra ‘mas’ para enfatizar a sua mensagem. 

 

Colóquio final

Pede ao Senhor que te ilumine a cabeça e o coração para aprofundares o impacto de Ele ter estado realmente entre nós, sendo um como nós. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.