Sexta-feira da terceira semana do Tempo Comum

Hoje é dia vinte e sete de Janeiro, sexta-feira da terceira semana do Tempo Comum. 

São Paulo insiste que nada sobre esta terra nos pode afastar do Amor de Cristo. Nada nem ninguém te pode afastar do Amor e o Amor é Aquele que te realiza profundamente. Amando tornas-te presença e manifestação de Deus no mundo. Recorda-te sempre que nada nem ninguém te pode roubar o Amor; nada nem ninguém te pode afastar d’Aquele que te ama incondicionalmente. 
Assim, vale a pena começares a tua oração. 

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Marcos [Ev Mc 4, 26-34]

Disse Jesus à multidão:
«O reino de Deus é como um homem
que lançou a semente à terra.
Dorme e levanta-se, noite e dia,
enquanto a semente germina e cresce, sem ele saber como.
A terra produz por si, primeiro a planta, depois a espiga,
por fim o trigo maduro na espiga.
E quando o trigo o permite, logo se mete a foice,
porque já chegou o tempo da colheita».
Jesus dizia ainda:
«A que havemos de comparar o reino de Deus?
Em que parábola o havemos de apresentar?
É como um grão de mostarda, que, ao ser semeado na terra,
é a menor de todas as sementes que há sobre a terra;
mas, depois de semeado, começa a crescer
e torna-se a maior de todas as plantas da horta,
estendendo de tal forma os seus ramos
que as aves do céu podem abrigar-se à sua sombra».
Jesus pregava-lhes a palavra de Deus com muitas parábolas como estas,
conforme eram capazes de entender.
E não lhes falava senão em parábolas;
mas, em particular, tudo explicava aos seus discípulos.

 

Pontos de oração

O Senhor não se coloca nas alturas esperando que vás ter com Ele, mas tudo faz para que O possas encontrar. Assim, poderás colaborar na construção do Reino. 
O que é o reino de Deus? Encontra dentro de ti a resposta a esta pergunta.

De que forma podes ser testemunha do reino de Deus junto daqueles que te rodeiam? Como é que o Senhor te pede que fales d’Ele aos outros? Olha para Jesus e procura com Ele e n’Ele as respostas que buscas. 

Escuta de novo as palavras de Jesus. Acolhe o seu cuidado e preocupação em explicar às pessoas as realidades de Deus, de acordo com a capacidade de cada um.

 

Colóquio final

Termina a tua oração pedindo ao Senhor um coração como o de Jesus, mais atento às necessidades daqueles que te rodeiam. Uma atenção renovada leva-te sempre a algum tipo de ação. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.