Sexta-feira da vigésima segunda semana do tempo comum

Hoje é dia seis de setembro, sexta-feira da vigésima segunda semana do tempo comum.

“A salvação dos justos vem do Senhor”. Considera como é importante esta certeza: os justos não se salvam a si próprios, a sua salvação vem do Senhor. Se é assim com os justos, como não será ainda mais com os pecadores? Como não será assim contigo? Procura tomar consciência desta realidade: a tua salvação vem do Senhor. Não vem da tua sabedoria, nem dos teus méritos, nem da tua força. É totalmente gratuita, totalmente dom de Deus. Acolhe este Senhor que te busca para te salvar... e começa assim a tua oração.

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Lucas. [Ev Lc 5, 33-39]

Os fariseus e os escribas disseram a Jesus: «Os discípulos de João Baptista e os fariseus jejuam muitas vezes e recitam orações. Mas os teus discípulos comem e bebem». Jesus respondeu-lhes: «Quereis vós obrigar a jejuar os companheiros do noivo, enquanto o noivo está com eles? Dias virão em que o noivo lhes será tirado; nesses dias jejuarão». Disse-lhes também esta parábola: «Ninguém corta um remendo de um vestido novo, para o deitar num vestido velho, porque não só rasga o vestido novo, como também o remendo não se ajustará ao velho. E ninguém deita vinho novo em odres velhos, porque o vinho novo acaba por romper os odres, derramar-se-á e os odres ficarão perdidos. Mas deve deitar-se vinho novo em odres novos. Quem beber do vinho velho não quer do novo, pois diz: ‘O velho é que é bom’».

Jesus não gosta de comparações e neste texto os fariseus, para O atrapalharem, comparam os seus discípulos com os de João: “Então os discípulos de João jejuam e os teus não?” Comparar é venenoso. Não te compares. Tu és único para o Senhor e profundamente amado por Ele, tal como és. O que quer o Senhor dizer-te?

O jejum sem sentido perde o seu valor. Tens de ter uma motivação séria para fazer jejum. O jejum de que o Senhor gosta é-te sugerido pela Igreja no teu coração. Obedece ao que a Igreja te pede e depressa verás qual o jejum que dá alegria ao Senhor.

Escuta novamente esta passagem do Evangelho de Lucas. O jejum precisa de ser continuamente purificado para corresponder à vontade de Jesus e a uma renovação da tua vida. Ao jejuares recebes a novidade que é Jesus. Deixa-te conduzir por Ele.

Jesus não veio remendar, veio transformar-te para que possas produzir novos frutos e um vinho mais saboroso. Bebe hoje com Jesus o cálice da salvação para seres a novidade de Deus espalhando a alegria à tua volta. Deixa que o Senhor te renove com a novidade de Deus.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.