sexta-feira depois das Cinzas

Hoje é dia doze de Fevereiro, sexta-feira depois das Cinzas. 

 

De Margaret Rizza estás a escutar Miserere nobis, Domine.

Diz o Senhor que uma só coisa é necessária e tudo o resto nos é dado por acréscimo. A única coisa que é verdadeiramente necessária é elevar o coração ao Senhor para o amar. Amando Deus preparas o teu coração para O receberes, a Ele e a todos os seus dons. Pede que seja Ele quem te ensina a amar. Assim, vale a pena começares a tua oração. 

 

Escuta esta passagem do Livro de Isaías. [L 1 Is 58, 1-9a] 

Eis o que diz o Senhor Deus:
«Clama em altos brados sem cessar,
ergue a tua voz como trombeta.
Faz ver ao meu povo as suas faltas e à casa de Jacob os seus pecados.
Todos os dias Me procuram e desejam conhecer os meus caminhos,
como se fosse um povo que pratica a justiça,
sem nunca ter abandonado a lei do seu Deus.
Pedem-Me sentenças justas,
querem que Deus esteja perto de si e exclamam:
‘De que nos serve jejuar, se não Vos importais com isso? 
De que nos serve fazer penitência, se não prestais atenção?’ 
Porque nos dias de jejum correis para os vossos negócios
e oprimis todos os vossos servos.
Jejuais, sim, mas no meio de contendas e discussões
e dando punhadas sem piedade.
Não são jejuns como os que fazeis agora que farão ouvir no alto a vossa voz.
Será este o jejum que Me agrada, no dia em que o homem se mortifica?
Curvar a cabeça como um junco,
deitar-se sobre saco e cinza:
é a isto que chamais jejum e dia agradável ao Senhor?
O jejum que Me agrada não será antes este:
quebrar as cadeias injustas,
desatar os laços da servidão,
pôr em liberdade os oprimidos,
destruir todos os jugos?
Não será repartir o teu pão com o faminto, 
dar pousada aos pobres sem abrigo,
levar roupa aos que não têm que vestir
e não voltar as costas ao teu semelhante? 
Então a tua luz despontará como a aurora e as tuas feridas não tardarão a sarar. 
Preceder-te-á a tua justiça e seguir-te-á a glória do Senhor.
Então, se chamares, o Senhor responderá; 
se O invocares, dir-te-á: ‘Estou aqui’».

 

Pontos de oração

Deus queixa-se a Isaías porque os homens reivindicam a assistência do Senhor, mas duvidam e desconfiam de Deus. Culpam Deus e vangloriam-se da sua inocência. 
E tu? Também esqueces com facilidade que o caminho para Deus pede arrependimento e mudança de vida?

Importa evitar o mal e fazer o bem. Nas ideias, nas recordações, nos desejos, no juízo sobre os outros, nos actos exteriores... Não é fácil. Mas se lutares para teres um coração puro, no olhar e nos gestos, então a tua luz despontará como a aurora, as tuas feridas não tardarão a sarar, e quando chamares o Senhor, Ele responder-te-á: "estou aqui". 

Por vezes, tens dúvidas sobre que obras de penitência são as adequadas para ti, e as que não o são. Ouve de novo esta passagem e toma nota daquilo que o Senhor te sugere. Não queiras fazer tudo de repente, mas foge igualmente da insensatez de pensar que não podes levar à prática nenhuma das sugestões.

 

Colóquio final

Deus pede a Isaías o que te quer pedir a ti. Que a tua conversão passe por realizares obras de bondade e de misericórdia. Pede ao Senhor que te mostre aquelas que são mais urgentes para ti...

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.