Sexta-feira, memória litúrgica de São Justino

Hoje é dia um de junho, sexta-feira, memória litúrgica de São Justino.

Hoje, a Igreja celebra a memória de São Justino
que, no século segundo da era cristã,
procurou o diálogo entre a experiência cristã
e a cultura do seu tempo.
Foi nessa busca que Justino abriu novos caminhos
na linguagem, no pensamento e na vivência cristã.
Começa a tua oração neste espírito de abertura,
de busca da verdade e do testemunho da caridade.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Marcos. [Ev Mc 11, 15-19] 

Chegaram a Jerusalém.
Quando Jesus entrou no templo,
começou a expulsar os que ali vendiam e compravam:
derrubou as mesas dos cambistas
e os bancos dos vendedores de pombas
e não deixava ninguém levar nada através do templo.
E ensinava-os, dizendo:
«Não está escrito:
‘A minha casa será chamada casa de oração para todos os povos’?
E vós fizestes dela um covil de ladrões».
Os príncipes dos sacerdotes e os escribas souberam disto
e procuravam maneira de o fazer morrer.
Mas temiam Jesus,
porque toda a multidão andava entusiasmada com a sua doutrina.
Ao cair da noite, Jesus e os discípulos saíram da cidade.

 

Pergunta-te sobre o sentido deste gesto inesperado por parte de Jesus. Porque reage assim? 
Jesus não reage com agressividade contra as pessoas, não as agride. Jesus reage contra o modo como o Templo estava a ser usado. Expulsa aquelas formas, corrige e ensina. Com liberdade e coragem. 

Entra nos sentimentos de Jesus. Neste momento da sua vida, a multidão andava entusiasmada com a sua doutrina. Por outro lado, os seus inimigos procuravam maneira de O fazer morrer. 
Como se sentiria Jesus? Onde encontraria força para continuar a proclamar a verdade do Reino de Deus? 

Volta a ouvir o texto do Evangelho, procurando entrar nos sentimentos de Jesus. 

 

Nesta parte final da tua oração, pede a Jesus que te ensine a proclamar a Verdade: no teu trabalho, na tua família, entre os teus amigos. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.