Sexta-feira, memória litúrgica de São Martinho de Tours

Hoje é dia onze de novembro, sexta-feira, memória litúrgica de São Martinho de Tours.  

De Alma Nova estás a escutar Ikindija.

São Martinho foi um militar romano do século IV que deixando tudo se fez monge e sacerdote. Mais tarde, foi aclamado Bispo de Tour, na atual França. Um homem entregue ao serviço do Evangelho de Cristo incarnado nos mais pobres. 
A Santidade é sempre incarnada no concreto da vida. 
Agora que começas a tua oração, abre-te ao desejo de uma vida santa e feliz. Pede ao Senhor a graça de O reconhecer no íntimo do teu coração. 
Assim, vale a pena começares a tua oração.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Lucas. [Ev Lc 17, 26-37]

Disse Jesus aos seus discípulos:
«Como sucedeu nos dias de Noé,
assim será também nos dias do Filho do homem:
Comiam e bebiam, casavam e davam-se em casamento,
até ao dia em que Noé entrou na arca.
Então veio o dilúvio, que os fez perecer a todos.
Do mesmo modo sucedeu nos dias de Lot:
Comiam e bebiam, 
compravam e vendiam, 
plantavam e construíam. 
Mas no dia em que Lot saiu de Sodoma,
Deus mandou do céu uma chuva de fogo e enxofre,
que os fez perecer a todos.
Assim será no dia em que Se manifestar o Filho do homem. 
Nesse dia, quem estiver no terraço e tiver coisas em casa
não desça para as tirar;
e quem estiver no campo não volte atrás.
Lembrai-vos da mulher de Lot.
Quem procurar salvar a vida há de perdê-la
e quem a perder há de salvá-la.
Eu vos digo que, nessa noite, estarão dois num leito:
um será tomado e o outro deixado;
estarão duas mulheres a moer juntamente:
uma será tomada e a outra deixada».
Então os discípulos perguntaram a Jesus:
«Senhor, onde será isto?».
Ele respondeu-lhes:
«Onde estiver o corpo, aí se juntarão os abutres». 

 

Pontos de oração

Estas palavras de Jesus podem assustar-nos, mas na verdade dizem-nos que não tenhamos medo porque a presença de Cristo Ressuscitado, isto é, a sua Vinda que está sempre a acontecer, não deixará nada por clarificar e sempre se fará ver a verdade e a  justiça. 

Acreditas que Jesus é o senhor da História? Acreditas que podes confiar no seu amor justo e libertador que não abandona aqueles que ama?

Escuta outra vez estes avisos de Jesus, compreendendo que se procurares segui-Lo e fazer a sua vontade não há razões para temer o futuro. 
Põe-te nas suas mãos. 

 

Colóquio final

Termina a tua oração com uma conversa de amigos com o Senhor, reconhecendo os teus limites e fraquezas. A exemplo de São Martinho de Tours, que dividiu a sua capa com o pobre, confia e reconhece que essa é a atitude fundamental para teres a paz e a alegria.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.