Solenidade da Assunção de Nossa Senhora

Hoje é dia quinze de agosto, solenidade da Assunção de Nossa Senhora.

O amor assume e abraça tudo.
Abraça o corpo e o espírito,
a saúde e a doença,
a morte e a vida,
o tempo e a plenitude.
O amor tudo assume.
Hoje, na figura da Mãe de Jesus
a Igreja celebra o mistério da Humanidade
assumida e abraçada na Ressurreição de Jesus.
O nosso destino, o teu destino
é pascal.
Começa assim a tua oração.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Lucas. [Ev Lc 1, 39-56].

Maria pôs-se a caminho e dirigiu-se apressadamente para a montanha,
em direção a uma cidade de Judá.
Entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel.
Quando Isabel ouviu a saudação de Maria,
o menino exultou-lhe no seio.
Isabel ficou cheia do Espírito Santo e exclamou em alta voz:
«Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre.
Donde me é dado que venha ter comigo a Mãe do meu Senhor?
Na verdade, logo que chegou aos meus ouvidos
a voz da tua saudação, o menino exultou de alegria no meu seio.
Bem-aventurada aquela que acreditou
no cumprimento de tudo quanto lhe foi dito da parte do Senhor».
Maria disse então:
«A minha alma glorifica o Senhor
e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador,
porque pôs os olhos na humildade da sua serva:
de hoje em diante me chamarão bem-aventurada todas as gerações.
O Todo-Poderoso fez em mim maravilhas:
Santo é o seu nome.
A sua misericórdia se estende de geração em geração
sobre aqueles que O temem.
Manifestou o poder do seu braço e dispersou os soberbos.
Derrubou os poderosos de seus tronos e exaltou os humildes.
Aos famintos encheu de bens
e aos ricos despediu de mãos vazias.
Acolheu a Israel, seu servo,
lembrado da sua misericórdia,
como tinha prometido a nossos pais,
a Abraão e à sua descendência para sempre».
Maria ficou junto de Isabel cerca de três meses
e depois regressou a sua casa. 

 

Pontos de oração

O que fez Maria? Acreditou, acreditou em tudo quanto lhe foi dito da parte do Senhor! E por isso é bem-aventurada. Conduz estas palavras ao teu íntimo e deixa que a sua simplicidade e transparência te agitem e transformem. 
Será que não és tu quem coloca obstáculos à tua entrega plena e confiada?

A incarnação de Jesus exalta os humildes e elege os pobres. Seguir Jesus é fazer esta escolha diariamente e ela implica não só escolhas muito concretas, mas também rejeições que podem ser difíceis e dolorosas. Não deixes que a tua consciência fique dormente e não tentes conciliar o que é inconciliável.
De que forma concreta podes viver em maior pobreza, servindo os pobres? Não reduzas este conceito à sua valorização monetária, pois é muito mais que isso. 

Repara na beleza das palavras de Isabel e de Maria. Não fiques indiferente às maravilhas que te são anunciadas!

 

Colóquio final

Termina a tua oração confiando-te a Nossa Senhora. Ela é a tua mãe na fé: acolhe-te, cuida de ti, ampara-te e protege-te sempre. Leva contigo o seu amor e o seu modo de proceder, pois, no seu exemplo, encontrarás muitas das respostas que buscas para o teu caminho de fidelidade ao Senhor. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.