Solenidade da Imaculada Conceição de Nossa Senhora, Padroeira de Portugal

Hoje é dia oito de dezembro, solenidade da Imaculada Conceição de Nossa Senhora, Padroeira de Portugal.

No tempo de Advento,
a Igreja celebra aquela que é um foco de luz e esperança
no seio da noite.
A vida de Maria, a mãe de Jesus
é sinal da nova humanidade, liberta do pecado
pela seiva vital que brota do seu Filho.
Hoje, na solenidade da Imaculada Conceição de Maria,
abre-te ao dom, à graça maternal,
a única capaz de libertar a tua vida, as tuas relações e opções
de todas as lógicas de pecado e de morte.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Lucas. [Ev Lc 1, 26-38] 

O Anjo Gabriel foi enviado por Deus
a uma cidade da Galileia chamada Nazaré,
a uma Virgem desposada com um homem chamado José,
que era descendente de David.
O nome da Virgem era Maria.
Tendo entrado onde ela estava, disse o Anjo:
«Ave, cheia de graça, o Senhor está contigo».
Ela ficou perturbada com estas palavras e pensava que saudação seria aquela.
Disse-lhe o Anjo:
«Não temas, Maria, porque encontraste graça diante de Deus.
Conceberás e darás à luz um Filho,
a quem porás o nome de Jesus.
Ele será grande e chamar-Se-á Filho do Altíssimo.
O Senhor Deus Lhe dará o trono de seu pai David;
reinará eternamente sobre a casa de Jacob e o seu reinado não terá fim».
Maria disse ao Anjo:
«Como será isto, se eu não conheço homem?».
O Anjo respondeu-lhe:
«O Espírito Santo virá sobre ti e a força do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra.
Por isso o Santo que vai nascer será chamado Filho de Deus.
E a tua parenta Isabel concebeu também um filho na sua velhice
e este é o sexto mês daquela a quem chamavam estéril;
porque a Deus nada é impossível».
Maria disse então:
«Eis a escrava do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra». 

 

Pontos de oração

Desde o início da Igreja que a Virgem Maria tem tido um lugar privilegiado na devoção dos cristãos. Com a sua vida, aponta-nos o caminho para Deus através do Filho, Jesus Cristo. Neste dia solene, celebramos o dogma da Imaculada Conceição. 
Pede a Maria que te coloque junto do seu Filho Jesus.

Em ambiente de Advento, de espera da vinda do Salvador, Maria desafia-te a percorrer o caminho da santificação. Ao dizer «sim», a sua disponibilidade incondicional à vontade de Deus interpela a forma como vais respondendo às provocações da vida. 
Estás disponível para a missão que o Senhor te confia ou arranjas sempre impedimentos? 

Contempla novamente a cena. Numa humilde casa, o Anjo saúda a «cheia de graça» e comunica-lhe que o Senhor está com ela. As dúvidas iniciais de quem se sente demasiado pequena para tal missão cedem rapidamente lugar à confiança sem reservas. 

 

Colóquio final

Termina esta oração com as palavras do Papa Francisco aquando da sua visita ao Santuário de Fátima: 
«Sob a proteção de Maria, sejamos, no mundo, sentinelas da madrugada que sabem contemplar o verdadeiro rosto de Jesus Salvador, o rosto jovem e belo da Igreja, que brilha quando é missionária, acolhedora, livre, fiel, pobre de meios e rica no amor». 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.