Solenidade litúrgica da Ascensão do Senhor

Hoje a Igreja celebra a solenidade litúrgica da Ascensão do Senhor.

Estás nos últimos dias do tempo pascal. A celebração da Páscoa já é uma memória longínqua, Mas a solenidade da Ascensão, que a Igreja hoje celebra, traz de novo a Páscoa para o centro da tua vida, proclamando a certeza de que Jesus está vivo, verdadeiramente vivo, em Deus. E com Ele está em Deus também a nossa humanidade, verdadeiramente viva. Dá graças por esta maravilha, fruto da ressurreição do Senhor Jesus... e começa assim a tua oração.

No dia em que celebramos a Ascensão de Jesus, vais ouvir um salmo com tom de festa. Deixa-te embalar e imagina-te num ambiente festivo, com luz, cor, movimento e muita gente alegre. [Sl 46 (47), 2-3.6-7.8-9] Povos todos, batei palmas, aclamai a Deus com brados de alegria, porque o Senhor, o Altíssimo, é terrível, o rei soberano de toda a terra. Deus subiu entre aclamações, o Senhor subiu ao som da trombeta. Cantai hinos a Deus, cantai, cantai hinos ao nosso rei, cantai. Deus é rei do universo: cantai os hinos mais belos. Deus reina sobre os povos, Deus está sentado no seu trono sagrado.

Deixa-te contagiar pelo ambiente do salmo, repetindo para ti algumas das palavras que exprimem alegria. Por exemplo: – batei palmas – ao som da trombeta – cantai hinos

A alegria que muitas vezes sentimos tem a ver com o que nos acontece de bom ou com os nossos êxitos. Hoje alegramo-nos com o sucesso de Jesus. É fácil alegrares-te com os sucessos dos outros? Recorda algumas situações…

Ao ouvires o salmo outra vez, tenta ligá-lo ao motivo da festa de hoje: Deus reina, está sentado no seu trono e Jesus está junto d'Ele. O mesmo Jesus que viveu entre nós agora está sentado à direita do Pai. É isso que festejamos, alegra-te com Jesus!

Neste salmo, muitos dos verbos estão no imperativo, ordenando-te que manifestes a tua alegria. Este pode ser um bom mote para a semana que começa: tentar mostrar aos outros a tua alegria e procurar levá-los a fazer o mesmo. Como poderás fazê-lo?

Pai nosso que estais nos céus santificado seja o vosso nome venha a nós o vosso Reino seja feita a vossa vontade assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido e não nos deixeis cair em tentação mas livrai-nos do mal.