Solenidade litúrgica da Epifania do Senhor

Hoje a Igreja celebra a Solenidade litúrgica da Epifania do Senhor. 

De Margaret Rizza, estás a escutar Oculi mei.

Presta atenção à tua respiração. Inspira, toma consciência do ar que entra pelas tuas narinas... Expira... 
Enquanto inspiras diz baixinho: “Jesus”... 
E quando expiras diz: “Cristo” ...
A oração é o respirar do teu coração. Tal como precisas de ar para os pulmões, o teu coração precisa de amar... e rezar é amar.
... 
Assim, vale a pena começares a tua oração. 

 

Vais ouvir um salmo messiânico, isto é, um salmo que fala de Deus que há de vir. 
Sl 71 (72), 2.7-8.10-13
Ó Deus, concedei ao rei o poder de julgar
e a vossa justiça ao  filho do rei.
Ele governará o vosso povo com justiça
e os vossos pobres com equidade.
Florescerá a justiça nos seus dias
e uma grande paz até ao  fim dos tempos. 
Ele dominará de um ao outro mar,
do grande rio até aos confins da terra.
Os reis de Társis e das ilhas virão com presentes, 
os reis da Arábia e de Sabá trarão suas ofertas.
Prostrar-se-ão diante dele todos os reis,
todos os povos o hão de servir.
Socorrerá o pobre que pede auxílio
e o miserável que não tem amparo.
Terá compaixão dos fracos e dos pobres
e defenderá a vida dos oprimidos. 

 

Pontos de oração

Este salmo insiste sobre uma ideia: o Rei, o Messias, governa com justiça e socorre os mais fracos. 
Repete no teu coração: Ele “terá compaixão dos fracos e dos pobres e defenderá a vida dos oprimidos”.  

Imagina agora que és tu o rei e que estás a agradecer aquelas qualidades que Deus te deu: a paz, a justiça e a solidariedade com os mais fracos.

Ao ouvires o salmo outra vez, deixa-te preencher pela força tranquila que ele transmite.

Acreditas que podes receber, até ao mais profundo de ti mesmo, a força de Deus? Acreditas que ela enche todo o teu ser e atinge todas as facetas da tua existência?

 

Oração final

Pai nosso que estais nos céus
santificado seja o vosso nome
venha a nós o vosso Reino
seja feita a vossa vontade
assim na terra como no Céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje
perdoai-nos as nossas ofensas
assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido
e não nos deixeis cair em tentação
mas livrai-nos do mal.