Solenidade litúrgica do Natal do Senhor

Hoje é dia vinte e cinco de dezembro, solenidade litúrgica do Natal do Senhor.

É Natal. Em Jesus, a criação renova-se. Deus, amigo de toda a humanidade, entra em pleno na tua história, iluminando e dando vida. Deus comunica com cada um de nós em corpo como o nosso. A nossa fé não é no etéreo, mas encarnada de encontro de rosto a rosto. Deus dá-Se a conhecer pelo seu Filho Jesus. Hoje, agradece o nascimento de Jesus, agradece a luz que ilumina todos os cantos da humanidade. 

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São João. [Ev Jo 1, 1-18]

No princípio era o Verbo e o Verbo estava com Deus
e o Verbo era Deus.
No princípio, Ele estava com Deus.
Tudo se fez por meio d’Ele, e sem Ele nada foi feito.
N’Ele estava a vida, e a vida era a luz dos homens.
A luz brilha nas trevas, e as trevas não a receberam.
Apareceu um homem enviado por Deus, chamado João.
Veio como testemunha, para dar testemunho da luz,
a fim de que todos acreditassem por meio dele.
Ele não era a luz, mas veio para dar testemunho da luz.
O Verbo era a luz verdadeira,
que, vindo ao mundo, ilumina todo o homem.
Estava no mundo, e o mundo, que foi feito por Ele, não O conheceu.
Veio para o que era seu, e os seus não O receberam.
Mas àqueles que O receberam e acreditaram no seu nome,
deu-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus.
Estes não nasceram do sangue,
nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.
E o Verbo fez-Se carne e habitou entre nós.
Nós vimos a sua glória,
glória que Lhe vem do Pai como Filho Unigénito,
cheio de graça e de verdade.
João dá testemunho d’Ele, exclamando:
«É deste que eu dizia:
‘O que vem depois de mim passou à minha frente,
porque existia antes de mim’».
Na verdade, foi da sua plenitude que todos nós recebemos graça sobre graça.
Porque, se a Lei foi dada por meio de Moisés,
a graça e a verdade vieram por meio de Jesus Cristo.
A Deus, nunca ninguém O viu.
O Filho Unigénito, que está no seio do Pai, é que O deu a conhecer. 

 

Pontos de oração

“Àqueles que O receberam e acreditaram no seu nome, deu-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus”.
Deus nasce para nos fazer plenamente filhos d’Ele. O nascimento novo a partir da fé em Jesus. Este dia de Natal é o dia em que podes nascer em Jesus. Acolhe o Verbo de Deus no teu coração. 

“O Verbo fez-Se carne e habitou entre nós”.
O Deus da nossa fé vive plenamente a humanidade. Nada é desconhecido para Deus. Na sua carne conhece tudo o que tu vives. Pede-Lhe que habite a teu lado.

Escuta de novo a passagem do Evangelho e deixa-te maravilhar pela beleza e grandeza de Deus que Se faz um connosco. 

 

Colóquio final

Agradece a Deus o seu Nascimento e pede-Lhe a graça de seres sempre luz para toda a humanidade.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.