Solenidade litúrgica do Sagrado Coração de Jesus

Hoje é dia vinte e oito de junho, sexta-feira, solenidade litúrgica do Sagrado Coração de Jesus.

Celebrar o Coração de Jesus é usar a linguagem do amor para celebrar o Deus-amor encarnado. Esta devoção tem sido consistentemente proposta a todos os fiéis pelo Apostolado da Oração – Rede Mundial de Oração do Papa, que este ano assinala 175 anos de existência. Hoje, membros do Apostolado da Oração de todo o mundo encontram-se em Roma com o Santo Padre, para lhe manifestarem o seu compromisso em levar por diante a Rede Mundial de Oração do Papa e continuar a promover a devoção ao Coração de Jesus, manifestação plena do amor que Deus é. Fica unido a estes peregrinos e a todos os membros do Apostolado da Oração... e leva-os contigo na tua oração.

Escuta esta passagem da Carta de São Paulo aos Romanos. [L1 Rm 5, 5b-11]

O amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado. Quando ainda éramos fracos, Cristo morreu pelos ímpios no tempo determinado. Dificilmente alguém morrerá por um justo; por um homem bom, talvez alguém tivesse a coragem de morrer. Mas Deus prova assim o seu amor para connosco: Cristo morreu por nós, quando éramos ainda pecadores. E agora, que fomos justificados pelo seu sangue, com muito maior razão seremos por Ele salvos da ira divina. Se, na verdade, quando éramos inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, com muito maior razão, depois de reconciliados, seremos salvos pela sua vida. Mais ainda: também nos gloriamos em Deus, por Nosso Senhor Jesus Cristo, por quem alcançámos agora a reconciliação.

“O amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado”. O sentido da Solenidade do Coração de Jesus está todo aqui. O sangue que brota da fonte do Coração de Cristo trespassado por amor; o pão entregue no altar da cruz.

Ser reconciliado para reconciliar; ser perdoado para perdoar; ser amado para amar. Não podes guardar só para ti a graça de Deus. Os primeiros a quem deves levá-la são os pobres, os abandonados, os que vivem com fome e sede, refugiados, explorados. Vai!

Celebramos hoje, com o Papa Francisco, em Roma, os 175 anos da fundação do Apostolado da Oração, intimamente ligado à devoção ao Sagrado Coração de Jesus. Reza este texto sobre o amor de Jesus. Oferece-o pela Igreja e pelo Papa.

Agradecer, curar feridas, salvar, distribuir o pão da vida. A alegria não é tua. É de Jesus ressuscitado. Exerce, em nome d’Ele, o ofício de consolar.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.