Solenidade litúrgica do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo

Hoje é dia vinte de junho, quinta-feira, solenidade litúrgica do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo.

Hoje, a Igreja propõe-te a celebração festiva do Corpo e Sangue de Cristo na sua presença eucarística. Eucaristia significa “ação de graças”: ação de graças de Jesus ao Pai e ação de graças de cada cristão que nela participa em união com Jesus. Na Eucaristia, Jesus faz-Se presente, de modo misterioso, na sua humanidade. Procura acolher esta presença e fazer-te ação de graças com Jesus, louvando o Senhor Deus por todas as suas maravilhas. Deixa-te ficar unido a Jesus, homem verdadeiro e Deus verdadeiro. E começa assim a tua oração.

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Lucas. [Ev Lc 9, 11b-17]

Jesus estava a falar à multidão sobre o reino de Deus e a curar aqueles que necessitavam. O dia começava a declinar. Então os Doze aproximaram-se e disseram-Lhe: «Manda embora a multidão para ir procurar pousada e alimento às aldeias e casais mais próximos, pois aqui estamos num local deserto». Disse-lhes Jesus: «Dai-lhes vós de comer». Mas eles responderam: «Não temos senão cinco pães e dois peixes... Só se formos nós mesmos comprar comida para todo este povo». Eram de facto uns cinco mil homens. Disse Jesus aos discípulos: «Mandai-os sentar por grupos de cinquenta». Eles assim fizeram, e todos se sentaram. Então Jesus tomou os cinco pães e os dois peixes, ergueu os olhos ao Céu e pronunciou sobre eles a bênção. Depois partiu-os e deu-os aos discípulos, para eles os distribuírem pela multidão. Todos comeram e ficaram saciados; e ainda recolheram doze cestos dos pedaços que sobraram.

Coloca-te entre a multidão que segue Jesus. O dia declina, mas o teu interesse por escutar a palavra do Mestre não diminui. Sentes fome e sede. Jesus apercebe-Se disso. Como poderia o seu coração não sintonizar contigo? Agradece e espera.

O que ouves é uma ordem, um pedido dirigido aos apóstolos, ao grupo de que fazes parte: “Dai-lhes vós de comer”. Como Pedro, um dia, respondeu a um convite semelhante: “Em teu nome lançarei a rede”, também agora assim acontece.

Que abundância extraordinária, que alegria tão consoladora celebrar a festa do pão eucarístico, servindo o nosso nada, consagrado em corpo e sangue do Senhor! Como é bom estarmos aqui, sentados na paz da comunhão, no chão da humildade!

Pede ao Senhor para viveres em ação de graças pela Eucaristia, o sinal do Amor e da Bem-aventurança. E pede-Lhe a certeza da esperança, o ofício de consolar, a missão da alegria, dando-O em alimento a todos os homens e mulheres.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.