DOMINGO XXX DO TEMPO COMUM

Hoje a Igreja celebra o trigésimo domingo do tempo comum.

Neste domingo,
experimentando a alegria de Cristo ressuscitado,
deixa-te ficar mais descansado diante do Senhor Deus.
Pede-Lhe
que te ensine os caminhos de uma oração
mais atenta ao seu Espírito Santo
do que às muitas vozes que se fazem escutar no teu interior.
Agradece-Lhe por estes minutos,
porque Ele fica contigo, como um amigo disponível e delicado.
E começa assim a tua oração.

O Salmista convida-te a considerar que o Senhor faz maravilhas em favor do seu povo.

[Salmo 125 (126)]
Quando o Senhor fez regressar os cativos de Sião,
parecia-nos viver um sonho.
Da nossa boca brotavam expressões de alegria
e dos nossos lábios cânticos de júbilo.

Diziam então os pagãos:
«O Senhor fez por eles grandes coisas».
Sim, grandes coisas fez por nós o Senhor,
estamos exultantes de alegria.

Fazei regressar, Senhor, os nossos cativos,
como as torrentes do deserto.
Os que semeiam em lágrimas
recolhem com alegria.
À ida vão a chorar,
levando as sementes;
à volta vêm a cantar,
trazendo os molhos de espigas.

Faz tuas as palavras do Salmista e reza muitas vezes:
“Graças, Senhor, pelas tuas maravilhas”.

O Salmista tem consciência de que o Senhor Deus faz maravilhas em favor do seu povo.
Deus continua a fazer maravilhas em favor da Igreja, novo Povo de Deus, e em teu favor. A tua vida está cheia das maravilhas de Deus. A tua vida é uma história marcada pelo amor de Deus e pelos seus dons.
Para, pensa, reza essas maravilhas.

Ao ouvir novamente o salmo em teu coração, deixa ecoar a sabedoria da Palavra dentro de ti, abre-te ao amor do Senhor e às suas maravilhas.

Sê humilde e apresenta-te diante do Senhor como és, tendo consciência das suas maravilhas. Sempre que te lembrares, repete com o salmista: “Graças, Senhor, pelas tuas maravilhas”. Procura lembrar-te muitas vezes.

Pai nosso que estais nos céus
santificado seja o vosso nome
venha a nós o vosso Reino
seja feita a vossa vontade
assim na terra como no Céu.
O pão nosso de cada dia nos dai hoje
perdoai-nos as nossas ofensas
assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido
e não nos deixeis cair em tentação
mas livrai-nos do mal.