Terça-feira da décima nona semana do tempo comum

Hoje é dia treze de agosto, terça-feira da décima nona semana do tempo comum.

Muitas vezes, o mais difícil é o último passo antes de dar início à oração. Até desejas rezar, mas não consegues decidir-te a ir além do desejo. Hoje, já deste esse passo, já te puseste a caminho. Agora, deixa-te ficar em paz, na presença de Deus. Escuta a sua Palavra, deixa-te interpelar por ela. Pode ser que te desinstale, que ponha em causa as tuas certezas e o teu conforto. Disponível para o que o Senhor te quiser conceder... dá início à tua oração.

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Ev Mt 18, 1-5.10.12-14]

Os discípulos aproximaram-se de Jesus e perguntaram-Lhe: «Quem é o maior no reino dos Céus?». Jesus chamou uma criança, colocou-a no meio deles e disse-lhes: «Em verdade vos digo: Se não vos converterdes e não vos tornardes como as crianças, não entrareis no reino dos Céus. Quem for humilde como esta criança, esse será o maior no reino dos Céus. E quem acolher em meu nome uma criança como esta, acolhe-Me a Mim. Vede bem. Não desprezeis um só destes pequeninos. Eu vos digo que os seus Anjos veem constantemente o rosto de meu Pai que está nos Céus. Jesus disse ainda: «Que vos parece? Se um homem tiver cem ovelhas e uma delas se tresmalhar, não deixará as noventa e nove nos montes para ir procurar a que anda tresmalhada? E se chegar a encontrá-la, em verdade vos digo que se alegra mais por causa dela do que pelas noventa e nove que não se tresmalharam. Assim também, não é da vontade de meu Pai que está nos Céus que se perca um só destes pequeninos».

Jesus pede aos seus discípulos para se tornarem pequenos como as crianças. A lógica do reino de Deus é viver desde baixo, desde a alegria, a sinceridade e a transparência. És uma pessoa alegre e positiva, ou estás sempre a resmungar com a vida?

Jesus reforça esta ideia: o maior no reino dos Céus é aquele que se faz humilde. A humildade não tem nada a ver com ser um coitadinho; é a arte de saber reconhecer o seu tamanho e não querer ser maior do que se é. Quem é humilde está mais atento a ajudar os outros.

Os discípulos não são apenas convidados a ser pequenos como as crianças. São ainda desafiados a olhar para Jesus como o Bom Pastor que vai à procura da ovelha tresmalhada, sem julgar ou condenar. Reza por alguém que precise de se reencontrar nos caminhos do Senhor.

Somos todos preciosos aos olhos de Deus, amados como aquela ovelha desajeitada que se perde nos pastos da vida. Termina a oração deixando que Jesus, o Bom Pastor, te coloque aos ombros e te acolha como és.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.