Terça-feira da décima quarta semana do Tempo Comum

Hoje é dia cinco de julho, terça-feira da décima quarta semana do Tempo Comum. 

Podes não saber como rezar nem o que pedir ao Senhor. 
Mas estás aqui, 
desejando ficar com o Senhor durante estes momentos únicos no teu dia. 
Aprofunda este desejo, 
para que ele nunca te deixe... pois desejar rezar já é rezar. 
E começa assim a tua oração.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Ev Mt 9, 32-38]

Apresentaram a Jesus um mudo possesso do demónio.
Logo que o demónio foi expulso, o mudo falou.
A multidão  ficou admirada e dizia:
«Nunca se viu coisa semelhante em Israel».
Mas os fariseus diziam:
«É pelo príncipe dos demónios que Ele expulsa os demónios».

Jesus percorria todas as cidades e aldeias, 
ensinando nas sinagogas,
pregando o Evangelho do reino
e curando todas as doenças e enfermidades. 
Ao ver as multidões, encheu-Se de compaixão, 
porque andavam fatigadas e abatidas,
como ovelhas sem pastor.
Jesus disse então aos seus discípulos:
«A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos. 
Pedi ao Senhor da seara
que mande trabalhadores para a sua seara». 

 

Pontos de oração

Jesus liberta o homem que Lhe apresentam do poder do mal e do demónio. Ele tinha afirmado que a sua missão era também libertar os oprimidos. Este homem sofria a opressão do mal e Jesus compadeceu-Se dele. 
Acreditas que Jesus te pode curar dos teus males espirituais, fazer-te mais feliz e mais liberto? Pede com perseverança esta graça.

O Evangelho afirma que Jesus tem compaixão das multidões e usa três verbos para resumir a sua ação: ensinava, pregava e curava. Hoje, a ação de Jesus passa pela Igreja e tem de passar por ti e por muitos. 
Que fazes para ajudar os outros? Para ensinar e pregar? Rezas para que haja mais pessoas a anunciar o Evangelho? Empenhas-te em ajudar os pobres, os doentes, os necessitados?

Ouve com o coração o texto do Evangelho e anima-te, pede a graça de acolheres a Palavra e testemunhares Jesus com a tua vida.

 

Colóquio final

Suplica a Jesus que te cure e pede-Lhe operários para o anúncio do reino de Deus.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.