Terça-feira da décima segunda semana do Tempo Comum

Hoje é dia vinte e sete de junho, terça-feira da décima segunda semana do Tempo Comum.

Como falar das palavras e das realidades
que nos põem de pé?
Como evocar o Senhor que habita em nós
e a fonte que de noite corre?
A oração pede a técnica do engenheiro, 
a meticulosidade do sábio, 
a acuidade do testemunho, 
os escrúpulos do asceta
e a ligeireza do anjo.
Hoje, confia ao Senhor tudo o que és,
o lugar onde estás,
a vida que transportas.
E deixa que Ele te conduza no deserto.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Mateus. [Ev Mt 7, 6.12-14].

Disse Jesus aos seus discípulos:
«Não deis aos cães o que é santo,
nem lanceis aos porcos as vossas pérolas,
não vão eles calcá-las aos pés
e voltar-se para vos despedaçarem.
Tudo quanto quiserdes que os homens vos façam
fazei-o também a eles,
pois nisto consiste a Lei e os Profetas.
Entrai pela porta estreita,
porque larga é a porta e espaçoso o caminho
que leva à perdição
e muitos são os que seguem por eles.
Como é estreita a porta e apertado o caminho
que conduz à vida
e como são poucos aqueles que os encontram!». 

 

Pontos de oração

Muitas vezes não damos o devido valor ao que temos. O Evangelho é uma notícia feliz para a vida, para a tua vida. 
Que espaço dás, na prática, às palavras de Jesus? Como tratas essas pérolas? 

As palavras de Jesus, tal como as pérolas, não servem para estar guardadas, mas sim para usar. Ou seja, não basta conhecer o Evangelho, ainda que o saibas de cor. É preciso pô-lo em prática, para que se manifeste a sua beleza. 
Qual foi a tua última decisão tomada com base no que Jesus ensinou e praticou? 

Ao ouvir de novo as palavras de Jesus, repara que quem O quer seguir terá de passar pela porta estreita, ou seja, terá de se distinguir da multidão. Quem quiser alcançar a vida que Jesus promete terá de deixar de pensar como todos pensam e de fazer o que todos fazem.

 

Colóquio final

Pensa nalguma situação em que sintas mais dificuldade em entrar pela porta estreita. Termina a tua oração pedindo a Jesus luz e força para não desperdiçares as oportunidades de pôr em prática aquilo que Ele te ensina. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.