Terça-feira da décima terceira semana do Tempo Comum

Hoje é dia seis de setembro, terça-feira da décima terceira semana do Tempo Comum

Aí onde te encontras, procura sentir a bênção de Deus, a sua presença na tua vida.
O Senhor está contigo em todos os teus caminhos. O Senhor protege-te sempre, mesmo naquelas ocasiões em que duvidas d'Ele e do seu amor. O Senhor cuida de ti e nunca te esquece, mesmo quando te esqueces d'Ele.
Deixa que a bênção do Senhor venha sobre ti e te proteja e na sua presença começa a tua oração.

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São Lucas. [Ev Lc 6, 12-19]

Jesus subiu ao monte para rezar
e passou a noite em oração a Deus.
Quando amanheceu, chamou os discípulos
e escolheu doze entre eles, a quem deu o nome de apóstolos: 
Simão, a quem deu também o nome de Pedro,
e seu irmão André;
Tiago e João; Filipe e Bartolomeu, Mateus e Tomé;
Tiago, filho de Alfeu, e Simão, chamado o Zelota;
Judas, irmão de Tiago, e Judas Iscariotes,
que veio a ser o traidor.
Depois desceu com eles do monte
e deteve-Se num sítio plano,
com numerosos discípulos e uma grande multidão de pessoas
de toda a Judeia, de Jerusalém e do litoral de Tiro e de Sidónia. 
Tinham vindo para ouvir Jesus
e serem curados das suas doenças.
Os que eram atormentados por espíritos impuros
também ficavam curados.
Toda a multidão procurava tocar Jesus,
porque saía d’Ele uma força que a todos sarava. 

 

Pontos de oração

Para Jesus, o tempo de oração, de intimidade com o Pai e de recolhimento é vital e estruturante. É na sua relação com o Pai que vai percebendo quem é e o que é chamado a realizar. 
Contigo não é diferente. Por isso, interroga-te: Que lugar tem a oração na tua vida? Que importância lhe dás? Notas alguma diferença quando não rezas?

Jesus a todos curava, diz-nos o evangelista. Hoje deseja curar-te, a ti que Lhe entregas o teu tempo e o teu coração, mesmo de forma imperfeita. Confia-Lhe os teus pecados, as tuas limitações, tudo o que te prende e escraviza. Fala-Lhe sobre isso e sobre a tua vontade de mudança e emenda. 

Ao escutares de novo Jesus chamar os apóstolos, escuta o teu nome no meio dos doze e acolhe este chamamento a segui-Lo. O Senhor deseja enviar-te como sua testemunha.

 

Colóquio final

Conversa com Jesus sobre os pequenos gestos que podes realizar ou mudar em seu nome e que farão toda a diferença. Não deixes de levar este momento de oração ao concreto da tua vida. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.