Terça-feira da I semana da Quaresma

Hoje é dia dezasseis de fevereiro, terça-feira da primeira semana da quaresma.

 

Da Comunidade de Taizé, estás a escutar Crucem tuam.

Ao começares estes minutos de oração, escuta a palavra do salmista: 
“Senhor, tendes sido o nosso refúgio, de geração em geração”. 
Pobre e à mercê dos poderosos, 
o salmista só encontra protecção em Deus. 
E sabe que esta protecção nunca falha, 
porque Deus é Deus “desde sempre e por toda a eternidade”. 
Pede ao Senhor a confiança humilde e a certeza segura do salmista... 
e começa assim a tua oração.

 

Escuta esta passagem do Livro do Profeta Isaías.  [Is 55, 10-11]

Assim fala o Senhor.
«A chuva e a neve que descem do céu
não voltam para lá sem terem regado a terra,
sem a haverem fecundado e feito produzir,
para que dê a semente ao semeador e o pão para comer.
Assim a palavra que sai da minha boca
não volta sem ter produzido o seu efeito,
sem ter cumprido a minha vontade,
sem ter realizado a sua missão». 

 

Pontos de oração

Deus comunica-Se generosamente. Não vive desligado do mundo. Dá-se às suas criaturas como a água se oferece à terra. 
Dispõe-te a acolher o Senhor que te enche de vida. 

A palavra de Deus transforma a tua vida. Acolher o perdão de Deus no Sacramento da Reconciliação é um modo concreto de manifestar a tua confiança na Palavra que o Senhor te dirige. Abre o teu coração ao perdão transformador que vem de Deus. 

Escuta com atenção as palavras do profeta e dá-te conta do modo firme como o Senhor se compromete contigo. 

 

Colóquio final

Ao terminar a tua oração, agradece a Deus a força transformadora da sua palavra na vida da Igreja e do mundo. 

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.