terça-feira da quinta semana do tempo pascal

Hoje é dia vinte e seis de abril, terça-feira da quinta semana do tempo pascal.

Para encontrares o Senhor entra na tua intimidade, 
mergulha no teu coração, porque Ele está ali. 
Não precisas de procurar um lugar especial fora de ti nem de dizer palavras extraordinárias. No teu coração tens tudo o que precisas para encontrar o Senhor.
Faz silêncio no teu íntimo e escuta o teu coração. 
Assim, vale a pena começares a tua oração.

 

 

Escuta esta passagem do Evangelho segundo São João. [Ev Jo 14, 27-31a]

Disse Jesus aos seus discípulos:
«Deixo-vos a paz, dou-vos a minha paz.
Não vo-la dou como a dá o mundo.
Não se perturbe nem intimide o vosso coração. 
Ouvistes que Eu vos disse:
Vou partir, mas voltarei para junto de vós.
Se Me amásseis,
ficaríeis contentes por Eu ir para o Pai,
porque o Pai é maior do que Eu.
Disse-vo-lo agora, antes de acontecer,
para que, quando acontecer, acrediteis.
Já não falarei muito convosco,
porque vai chegar o príncipe deste mundo.
Ele nada pode contra Mim,
mas é para que o mundo saiba que amo o Pai
e faço como o Pai Me ordenou».

 

Pontos de oração

«Dou-vos a minha paz», diz Jesus. Acolhe-a no íntimo do teu coração, deixando que te liberte de todas as preocupações e angústias. Jesus não muda a tua vida de forma mágica, mas ajuda-te a veres e a acolheres a realidade de outra maneira e a seres feliz com o que te é dado. Não te pede uma atitude passiva ou conformada, mas que O procures em todas as coisas.

Toma consciência de como os critérios do Senhor são, muitas vezes, contrários aos critérios que o mundo te quer impor. Pensa nalguma situação concreta com a qual te debatas e pede luz e fortaleza ao Senhor para veres, discernires e agires melhor.

Acolhe mais uma vez as palavras de Jesus e apercebe-te do cuidado que Ele manifesta pelos seus discípulos, preparando-os para que possam colher da realidade o seu verdadeiro significado. 

 

Colóquio final

O Senhor deseja que leves a sua paz a todos os que te rodeiam. Procura formas concretas de o fazeres hoje com aqueles que encontrares. Não te feches aos problemas do teu próximo, mas ajuda-o a carregar a sua cruz.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre. Ámen.